Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Higienização das mãos deve manter-se pós-Covid
Valença Avança com a Classificação de Seis Fortes das Guerras da Restauração

Higienização das mãos deve manter-se pós-Covid

Ribeirão Futebol Clube com balneários renovados

Higienização das mãos deve manter-se pós-Covid

Braga

2021-05-06 às 11h00

Miguel Viana Miguel Viana

CAMPANHA ‘Segundos que Salvam Vidas’ ensina profissionais de saúde e utentes do Hospital a higienizarem correctamente as mãos.

A higienização das mãos deve ser feita com frequência, mesmo depois da pandemia da Covid-19. A recomendação foi deixada por Isabel Veloso, coordenadora do Grupo de Coordenação do Programa de Prevenção e Controlo de Infecção e Resistência Antimicrobianos (PPCIRA), que ontem deu a conhecer aos profissionais de sáude do Hospital de Braga a campanha ‘Segundos que Salvam Vidas’. A enfermeira destacou que a higienização das mãos deve ser feita em várias ocasiões e por períodos mínimos de 15 a 20 segundos.
“Já é uma prática instituida aqui no hospital. Neste dia só queremos relembrar e incentivar os profissionais para verem os resultados da prática e que estão a contribuir para a prevenção das infecções”, disse Isabel Veloso. A coordenadora do PPCIRA indicou que no Hospital de Braga, em 2019, a taxa de adesão ao cumprimento do procedimento de higienização das mãos foi de 86,4 por cento, passando para os 91,4 por cento em 2020 (já em plena pandemia do Covid-19). A nivel nacional, a subida foi de 76 por cento (em 2019) para os 83 por cento em 2020. No decorrer da acção foram apresentadas duas máquinas de infra-vermelhos que pemitem ver as áreas das mãos que não foram abrangidas pelo álcool-gel, depois de desinfectadas. “Permite verificar se fizemos a técnica correcta da higienização”, indicou Isabel Veloso. Aparelhos identicos vão ser colocados em vários espaços do Hospital. Uma das primeiras utentes foi Estefânia Pinto, que se mostrou agradada. “A máquina é eficaz para ver que não passamos bem o desinfectante. Vou ter mais cuidado. A higienização é um hábito que vai acabar por ficar”, disse a utente.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho