Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Hospital de Braga e Escola de Medicina da Universidade do Minho receberam anestesiologistas internacionais de renome
Fafe já tem escolas com salas de aula do futuro

Hospital de Braga e Escola de Medicina da Universidade do Minho receberam anestesiologistas internacionais de renome

Toni Martínez: “Queremos continuar a dar alegrias aos adeptos”

Hospital de Braga e Escola de Medicina da Universidade do Minho receberam anestesiologistas internacionais de renome

Braga

2019-09-20 às 18h33

Redacção Redacção

Curso de Técnicas Avançadas na Abordagem da Via Aérea

Esta semana decorreu, na Universidade do Minho e no Hospital de Braga, o Curso de Técnicas Avançadas na Abordagem da Via Aérea Difícil que reuniu anestesiologistas internacionais de renome. Este curso organizado pela Escola de Medicina da Universidade do Minho, Hospital de Braga, Centro Hospitalar e Universitário de São João e Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, teve como objetivo dotar os participantes de técnicas de abordagem da via aérea difícil e capacitá-los para a utilização de vários dispositivos de atuação nesta situação, que ocorre quando existe dificuldade de ventilar ou intubar o paciente que se encontra sob anestesia geral.
O curso, que contou com o apoio científico da Sociedade Europeia de Via Aérea (EAMS) e foi acreditado pela União Europeia dos Médicos Especialistas, reuniu profissionais da área da Anestesiologia reconhecidos internacionalmente, com especial destaque para Michael Kristensen, Presidente da EAMS e Pedro Charco, Membro da Direção da EAMS e Vice-Presidente da Secção de Via Aérea da Sociedade Espanhola de Anestesiologia.
Nestes três dias de partilha de experiências e conhecimento, 30 médicos especialistas e em formação específica nas áreas de Anestesiologia, Medicina Interna, Medicina Intensiva e Pneumologia, tiveram a oportunidade de desenvolver competências na abordagem da via aérea avançada, em simuladores na Escola de Medicina da Universidade do Minho e em clínica no Bloco Operatório do Hospital de Braga.
A organização deste curso esteve a cargo de uma equipa com experiência pedagógica e clínica que incluiu os coordenadores dos grupos de via aérea difícil dos hospitais organizadores. Num total de 22 formadores, o curso contou com a colaboração de anestesiologistas e enfermeiros do Hospital de Braga, Centro Hospitalar e Universitário de São João, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, Hospital CUF Porto e Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.