Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Hospital de Braga sensibiliza população para a redução do consumo de sal
Fafe já tem escolas com salas de aula do futuro

Hospital de Braga sensibiliza população para a redução do consumo de sal

O combate à corrupção é de todos

Hospital de Braga sensibiliza população para a redução do consumo de sal

Braga

2019-10-16 às 21h22

Redacção Redacção

Durante esta iniciativa, promovida pela Unidade de Nutrição e Alimentação do Hospital de Braga, foram oferecidas a utentes e profissionais as ervas aromáticas mais utilizadas para dar sabor, aroma e cor às refeições, entre as quais, orégãos, tomilho e salsa, bem como um panfleto com as respetivas recomendações nutricionais.

O Hospital de Braga assinalou, hoje, o Dia Mundial da Alimentação através de uma ação de informação e sensibilização sob o tema “alimentação saudável e sustentável disponível e acessível para todos”. Durante a manhã, na Entrada Principal, as nutricionistas do Hospital de Braga abordaram diversas temáticas em torno dos bons hábitos alimentares e sensibilizaram utentes e profissionais de saúde para a utilização de ervas aromáticas como substituto do sal.
Durante esta iniciativa, promovida pela Unidade de Nutrição e Alimentação do Hospital de Braga, foram oferecidas a utentes e profissionais as ervas aromáticas mais utilizadas para dar sabor, aroma e cor às refeições, entre as quais, orégãos, tomilho e salsa, bem como um panfleto com as respetivas recomendações nutricionais.
Mafalda Noronha, Coordenadora da Unidade de Nutrição e Alimentação do Hospital de Braga, frisa ser importante “a redução do consumo de sal e a sua substituição por ervas aromáticas e especiarias, em virtude da enorme prevalência de doenças cardiovasculares em Portugal”. A nutricionista acrescenta que as ervas aromáticas “para além dos benefícios organoléticos que conferem à refeição, nomeadamente aroma, cor, palatibilidade, as ervas aromáticas, pela sua riqueza em vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras alimentares contribuem para a prevenção de doenças neurodegenerativas, cancro, doenças cardiovasculares e para o controlo da diabetes”.
A sustentabilidade é também uma das temáticas da celebração desta data. Mafalda Noronha destaca a “facilidade de cultivo das ervas aromáticas em casa, bem como de alguns vegetais, leguminosas e frutos” e incentiva o consumo e a produção local deste tipo de alimentos que “para além dos ganhos em saúde, contribui para a diminuição da pegada ecológica”.
Plantar as ervas em lugares expostos ao sol; respeitar as épocas de sementeira; manter o composto da erva húmido, mas não excessivamente; colher as ervas antes de florescerem, ao meio da manhã e lavá-las com água fria, são algumas das recomendações da nutricionista como incentivo ao consumo e cultivo de ervas aromáticas.
Esta iniciativa, que contou com o apoio da Mercearia do Hospital, foi mais uma das ações realizadas regularmente pelo Hospital de Braga para a promoção da saúde e bem-estar da comunidade bracarense.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.