Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
‘Hospital dos Bonequinhos’ afasta medo da ‘bata branca’
Fé chama fiéis à Igreja de S. Sebastião

‘Hospital dos Bonequinhos’ afasta medo da ‘bata branca’

Caminha já prepara o Carnaval

‘Hospital dos Bonequinhos’ afasta medo da ‘bata branca’

Braga

2019-11-13 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Centenas de crianças passam por estes dias pelo ‘Hospital dos Bonequinhos’ - uma unidade especial do Hospital de Braga, que tem por missão afastar aos mais novos de receios numa ida ao hospital.

A ursa Leonor do pequeno Darque estava a sentir-se muito mal e foi no ‘Hospital dos Bonequinhos’ que descobriu que afinal o problema era uma dor de dentes que os ‘doutores de bata branca’ trataram devidamente e à saída até já sorria. Esta unidade especial do Hospital de Braga está de portas abertas nos próximos dias para sensibilizar as crianças de que os cuidados de saúde, como tomar vacinas, são importantes para uma vida saudável e no próximo sábado recebe as famílias de braços abertos.
Centenas de crianças passaram, ontem, por esta unidade especial disposta no átrio de entrada, levando os seus bonecos doentes no braço para receber assistência hospitalar e ficar bons novamente para entrar em novas aventuras.
A grande missão do ‘Hospital dos Bonequinhos’ é precisamente tirar os ‘medos’ que as crianças possam ter relativamente aos doutores de bata branca, sensibilizando-as para a importância de ir às consultas médicas e de enfermagem e de fazer exactamente o que eles mandam.

Helena Gomes, membro do NEMUM - Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade do Minho (UMinho) e uma das responsáveis pela organização da iniciativa, que envolve mais de 300 alunos da UMinho, entre Estudantes de Educação Básica, da Associação de Estudantes da Escola Superior de Enfermagem Calouste Gulbenkian, da Associação de Estudantes de Psicologia e do Núcleo de Estudantes de Optometria, explicou que o principal objectivo deste ‘Hospital dos Bonequinhos’ é “desmistificar o medo das crianças da bata branca, seja de um médico, de um enfermeiro ou de outro profissional de saúde”.

“O feedback que temos é extremamente positivo e a verdade é que as crianças que passam por esta unidade saem daqui, pelo menos, mais felizes”, garantiu a responsável. “É muito importante que desde cedo eles percebam que os doutores de bata branca são amigos e estão aqui sempre para os ajudar a ficar bons, mesmo que isso implique ter que tomar vacinas para prevenir. Aqui temos que lhes dizer a verdade e só assim é que eles entendem”, indicou.

Com a perna da sua ‘Minie’ lesionada, Vitória Prazeres, de quatro anos, lamenta-se junto da médica. Mas depois de ter passado pela triagem e consultada por uma médica que lhe mandou fazer uma radiografia à perna, percebeu melhor a lesão de que padecia o seu boneco preferido. A ‘Minie’ acabou por receber assistência hospitalar e a médica prescreveu-lhe medicamentos e cuidados a tomar. Vitória saiu do hospital mais descansada. “Já está melhor, agora precisa de ir para casa descansar”, atirou, já com um sorriso nos lábios.
Bárbara Figueiredo, do 6.º ano de Medicina da UMinho, confessou que esta é já a quarta vez que presta ajuda neste ‘Hospital dos Bonequinhos’. “Esta é uma experiência muito boa para as crianças terem e para nós também percebermos quais são os principais receios que elas sentem numa vinda ao Hospital”, referiu. “O importante mesmo é desmistificar aquilo que os profissionais de saúde fazem e que estes doutores de bata branca são alguém em quem podem confiar sempre que se sentirem menos bem”.

Crianças felizes por cuidar dos amigos

As crianças e os seus amiguinhos doentes chegaram ao ‘Hospital dos Bonequinhos’ e passaram primeiro pela triagem e depois pelo gabinete médico, bloco operatório, entre outros serviços, dependendo da situação e dos sintomas, contactando de uma forma mais realista com o ambiente hospitalar. A expectativa é que mais de um milhar de crianças passe por esta unidade especial.
Uma aproximação que João Oliveira, presidente do Conselho de Administração do Hospital de Braga, considera crucial para reduzir a ansiedade dos mais novos numa ida ao hospital.

“Esta é mais uma acção de humanização que pretende que as crianças encarem o hospital como uma entidade amiga e de uma forma positiva, desmistificando esta relação fria que normalmente as crianças têm com as unidades hospitalares”, assinalou João Oliveira. Neste ‘Hospital dos Bonequinhos 2019’ foram aumentadas as áreas de apoio aos utentes com os serviços de Optometria e Psicologia. “No fundo interessa que eles percebam que, por exemplo, ir a um psicólogo é uma coisa normal”, referiu.

Considerando como “fantástica” a relação com a Universidade do Minho, João Oliveira destacou o empenho dos futuros jovens profissionais de saúde.
Esta é uma iniciativa que só é possível com o apoio da Câmara Municipal de Braga, através do pelouro da Saúde, que coloca à disposição dos jardins-de-infância os transportes necessários para que as crianças possam conduzir os seus bonecos adoentados ao Hospital.

Representando a vereadora Sameiro Araújo, a assessora Eva Sousa sublinhou que “esta é uma iniciativa à qual a autarquia bracarense não pode ser alheia, apoiando logisticamente as instituições da cidade que queiram trazer as suas crianças a este hospital, sensibilizando-as e desmistificando os cuidados de saúde que são necessários sempre que estamos doentes e que vir ao hospital não é uma coisa má”.
Depois de acompanhar a sua turma do Jardim Escola João de Deus, a educadora de infância Maria José Almeida destacava a felicidade das crianças ao verem que os seus bonequinhos estavam a melhorar. “Muitas vezes os pais sentem até mais este receio e quando é preciso fazer visitas ao hospital não trazem as crianças e, na minha opinião, penso que é importante o contacto com este ambiente e com o material do hospital, para que elas não sintam tanto medo quando precisam de vir ao hospital tratar da sua saúde”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.