Correio do Minho

Braga,

- +
Igreja lança roteiro de igrejas, santuários e museus da cidade
Programa Sete Mares apresenta hoje um especial com Wave Flow

Igreja lança roteiro de igrejas, santuários e museus da cidade

UMinho descobre novo método para armazenar energia

Igreja lança roteiro de igrejas, santuários e museus da cidade

Braga

2021-04-19 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Arquidiocese de Braga quer tornar o património cultural da Igreja mais acessível. Espaços de culto e museológicos vão constar de um novo roteiro.

Os Departamentos para o Património Religioso e da Pastoral do Turismo da Arquidiocese de Braga preparam para breve o lançamento do ‘Roteiro Turístico Religioso - centro urbano e coroa de Braga’, publicação que promoverá 24 igrejas da cidade, três santuários e quatro museus.
O arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, que anunciou estar já em fase de impressão o novo roteiro, adiantou que o mesmo apresentará “uma resenha histórica” de cada uma das igrejas, bem como dos santuários do Bom Jesus, Sameiro e Falperra e dos Museus Medina e Pio XII, Tesouro da Sé e do Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia de Braga, instalado no Palácio do Raio.

O prelado referiu o compromisso de manter estes espaços abertos ao público, nem que seja parcialmente, já que o mesmo representa um “património cultural de indesmentível valor”.
Segundo o arcebispo primaz, “a alma da cidade de Braga não se consegue compreender sem conhecer a história de cada igreja”, umas mandadas construir pelos arcebispos, a maioria das quais erguidas com a “chancela de irmandades, confrarias e congregações religiosas”. Em todas elas, “foi o povo que se uniu para expressar a sua autêntica cultura cristã”.
Anteontem, na cerimónia de inauguração das obras de beneficiação e restauro da Igreja de Santa Cruz, D.?Jorge Ortiga confessou que “é consolador verificar o estado de conservação” da generalidade das igrejas da cidade de Braga, relevando que “todas têm merecido restauros feitos com qualidade”.

Assinalando o Dia Mundial dos Monumentos e Sítios, o prelado bracarense entende que a Igreja deve colocar o património de que é detentora “ao serviço da Cultura e do Turismo, sem nos desviarmos da fé autêntica”.
No caso das igrejas, o arcebispo primaz destaca que “por elas passam diversas expressões de arquitectura e arte e nelas se encontra o trabalho de tantos pintores e santeiros que granjearam para a cidade de Braga o título da cidade dos santeiros, como verdadeira cultura promovida e apoiada pela Igreja”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho