Correio do Minho

Braga,

- +
Incêndio em habitação desaloja família
Esposende isenta famílias e empresas de tarifas

Incêndio em habitação desaloja família

Feira 100% Agrolimiano mostra resiliência do sector

Incêndio em habitação desaloja família

Braga

2021-01-12 às 09h30

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Um incêndio deflagrou, ontem de madrugada, na habitação do rés-do-chão do n.º 45 da Rua Fonte do Mundo, em S. Vicente, desalojando a família, um casal com duas filhas, de nove e quatro anos. A Protecção Civil Municipal “está a acompanhar” o caso.

Uma família de quatro pessoas ficou desalojada, ontem de madrugada, depois de ter deflagrado um incêndio na sua habitação, no n.º 45 da Rua da Fonte do Mundo, em S. Vicente. O casal e as duas filhas, de nove e quatro anos, foram abrigados por amigos e precisam urgentemente de um alojamento temporário. Três idosos, habitantes do prédio, tiveram também que receber assistência hospitalar devido à inalação de fumo.
O alerta chegou aos meios de protecção civil pouco depois das 2.30 horas da manhã, mas as chamas já haviam consumido praticamente o interior da habitação, um T2+1, devido ao sobreaquecimento de uma das paredes da casa provocado pela lareira, a qual, embora estando apagada naquele momento, esteve acesa durante o domingo. No local da ocorrência estiveram os Bombeiros Sapadores de Braga e Voluntários, aos quais se juntaram também equipas dos Bombeiros Famalicenses, de Vila Verde, das Taipas e de Barcelinhos, impedindo que o fogo propagasse às outras habitações. Ao todo estiveram no combate ao incêndio 42 operacionais, com 13 veículos de apoio, além do INEM e da PSP.
“Foi um pesadelo”, conta Orquídea Macedo, amiga do casal, que prontamente acolheu a família em sua casa para passar o resto da noite. “Está tudo destruído. O incêndio começou num dos quartos, embora não tivesse ninguém lá dentro, mas quando a família deu conta, já não havia nada a fazer porque as chamas estavam a propagar-se depressa para o resto da habitação. Chegaram em minha casa só com a roupa do corpo”, disse em tom de consternação, lamentando o sucedido e pedindo aos bracarenses apoio para esta família, que precisa de ver a casa reconstruída e equipada. “Esta família precisa urgentemente de um alojamento temporário”. O casal está desempregado, resultado da pandemia de Covid-19, e agora acaba de ficar sem tecto também, já que o incêndio consumiu praticamente todo o recheio.
O alerta público e pedido de auxílio para o problema desta família foi dado imediatamente pela Plataforma dos Amigos de S. Vicente e algumas respostas surgiram rapidamente, com várias pessoas e empresas a querer ajudar através da doação de bens como vestuário e mobiliário e/ou mão-de-obra ou materiais para apoiar a recuperação da casa da família. “Quem tiver ou desejar ajudar enviem-nos uma mensagem, que nós passamos os contactos ao casal”, apela José Macedo, porta-voz da plataforma, sublinhando a emergência de se arranjar um tecto para a família. A Junta de Freguesia de S. Vicente disse que a situação foi reencaminhada para os serviços de protecção civil municipal, que estiveram no local da ocorrência a disponibilizar alojamento para quem necessitasse para essa noite, tendo sido usado por uma mãe e um filho do prédio.
Altino Bessa, vereador da Protecção Civil da Câmara Municipal de Braga, garantiu que a autarquia “está a acompanhar” o caso e que os técnicos falaram com a família, sendo que a resposta encontrada prevê, para já, um alojamento até 12 dias em pensão e que entretanto o processo foi também encaminhado para a Segurança Social.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho