Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Insolvência de empresas aumentou 17% em 2023
Comemorações do 25 de Abril em Vila Verde: da Assembleia Municipal Jovem à ‘Manif’

Insolvência de empresas aumentou 17% em 2023

Trinta anos se passaram desde aquela tarde

Insolvência de empresas aumentou 17% em 2023

Economia

2024-01-21 às 12h31

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Insolvências de empresas aumentaram 17% no distrito de Braga, no ano de 2023. Em contraponto, a constituição de novas empresas subiu 8,5%.

Citação

Em 2023, as insolvências aumentaram 17% no distrito de Braga, em comparação com o ano anterior. Em contrapartida, a constituição de novas empresas aumentou 8,5% no mesmo período.
Segundo os números avançados pela Iberinform, os distritos de Lisboa e do Porto encerraram o ano como os distritos que apresentam o valor mais elevado de insolvências: 844 e 859, respectivamente. Face a 2022, estes valores traduzem uma diminuição de 18,5% em Lisboa e menos acentuada de 2,1% no Porto.
No total do ano passado foi declarada a insolvência de 2.286 empresas (encerramento de processos) no país, menos 143 do que em 2022, o que resulta numa diminuição no número total de acções de insolvência (menos 163 que em 2022).

Os restantes distritos que também fecham o ano com decréscimo nas insolvências são: Ponta Delgada (-50%); Évora (-35%); Castelo Branco (-35%); Bragança (-22%); Santarém (-14%); Guarda (-11%); Setúbal (-11%) e Vila Real (-2,4%).
Com aumentos nas insolvências destaca-se, além de Braga (+17%), o distrito de Viana do Castelo, com mais 8,8% de insolvências.
Segundo a empresa de gestão de risco, a nível nacional apenas dois sectores de actividade terminam 2023 com aumentos nas insolvências: transportes (+10% ) e indústria transformadora (+7,1%).

Relativamente à constituição de empresas, em 2023, o número mais significativo verificou-se em Lisboa, com 17.159 novas empresas (+2,5%), seguida pelo Porto com 8.649 constituições (+8,3%).
Viana do Castelo destaca-se com um aumento de 16% de constituição de novas empresas, enquanto Braga viu o número de novas constituições de empresas crescer 8,5%.
Nos sectores que apresentam variação positiva em 2023 quanto à constituição de novas empresas destacam-se: transportes (+42%); comércio de veículos (+16%); electricidade, gás, água (+15%); Hotelaria e Restauração (+11%); Construção e Obras Públicas (+10%)

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho