Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
IPCA leva ensino à distância a toda a comunidade educativa
Bracarense em Berlim exercita braços com garrafões de água

IPCA leva ensino à distância a toda a comunidade educativa

Vitória SC cria plano de ajuda aos sócios com mais de 70 anos

IPCA leva ensino à distância a toda a comunidade educativa

Ensino

2020-03-17 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior visitou ontem instituições de ensino superior da região. No IPCA, registou o sucesso do ensino à distância como resposta à crise do COVID-19.

O Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) está a disponibilizar ensino à distância a cerca de 95% dos seus alunos, assegurou ontem ao Correio do?Minho a presidente da instituição de ensino superior, Maria José Fernandes, depois de ter reunido com o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior para avaliar a situação de contingência que se seguiu à suspensão de toda a actividade lectiva presencial no ‘campus’ e nos polos até ao dia 20 de Março.
A responsável do IPCA?adiantou que, atendendo ao actual quadro de propagação da COVID-19, a suspensão das aulas e outras actividades lectivas será obrigatoriamente prolongada. “Quase todos os alunos estão a ter aulas ‘on line’ desde a semana passada”, precisou a presidente do IPCA que, ao lado de Manuel Heitor, e através de plataformas electrónicas, reuniu com os directores das cinco escolas do Instituto. O ensino à distância abrange também os alunos dos cursos técnicos superiores profissionais.

Com a perspectiva de prolongamento da aulas presenciais, a presidência e as direcções de escolas do IPCA antevêem, desde já, novas metodologias de avaliação dos alunos no final do ano lectivo, naturalmente com recursos a meios digitais.
Maria José Fernandes salienta que o IPCA?já tem experiência em ensino à distância (e.learning), o que permitiu responder à suspensão das aulas presenciais com alguma “normalidade”.
No resto, o IPCA está a funcionar com “serviços mínimos”, com todo o atendimento a ser realizado ‘on line’.

Tal como outras instituições e empresas, o IPCA está a recorrer ao teletrabalho como forma de responder ao actual estado de emergência de Saúde Pública, declarado pela Organização Mundial de Saúde, e atendendo às mais recentes evoluções da propagação da infecção por doença respiratória causada pelo COVID-19.
Apesar de, até à data, não existirem casos de infecção registados entre os membros da comunidade académica IPCA, a suspensão das aulas e outras actividades presenciais foi tomada como medida de prevenção, tendo em conta o rápido crescimento de casos de infecção na área de influência desta instituição de ensino superior e também como cumprimento das recomendações das autoridades de saúde e de protecção civil, as quais justificaram a adopção de um plano de contingência interno, que abrange o ‘campus’ de Barcelos e os pólos de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho