Correio do Minho

Braga,

- +
IV Festa do Livro encerra com encontros com os autores Maria João Lopes e Laborinho Lúcio
Berna renova contrato com o SC Braga até 2025

IV Festa do Livro encerra com encontros com os autores Maria João Lopes e Laborinho Lúcio

Banquete abriu o apetite à participação na edição desta ano da Braga Romana

IV Festa do Livro encerra com encontros com os autores Maria João Lopes e Laborinho Lúcio

Alto Minho

2022-05-13 às 15h15

Redacção Redacção

Amanhã, sábado os dois autores estarão nas Bibliotecas de Vila Praia de Âncora e Caminha

Citação

A IV Festa do Livro, que tem decorrido ao longo da semana com ações destinadas sobretudo à população escolar, termina amanhã, sábado, com dois Encontros com Autores. Maria João Lopes estará na Biblioteca / Ludoteca de Vila Praia de Âncora, na parte da manhã, e Álvaro Laborinho Lúcio, à tarde, na Biblioteca de Caminha. A IV Festa do Livro é uma organização em parceria, entre o Município de Caminha e o Agrupamento de Escolas de Caminha.
A longo da semana todos os alunos, desde o pré-escolar ao 12º ano tiveram oportunidade de visitar a Feira do Livro, distribuída pelas duas localidades: Biblioteca de Caminha e Biblioteca Ludoteca de Vila Praia de Âncora.
As crianças do pré-escolar e primeiro ciclo assistiram também à dramatização da “Maior Flor do Mundo”, de José Saramago. Os alunos do segundo ciclo de Caminha conheceram os áudio livros “A Menina do Mar” e o “Rapaz de Bronze”. Os participantes do segundo ciclo de Vila Praia de Âncora jogaram, usando os seus telemóveis, um jogo criado especificamente para esta situação “QRCODE – é ou não é”.
Os alunos do terceiro ciclo de Caminha e Vila Praia de Âncora tiveram igualmente a oportunidade de jogar o “QRCODE – é ou não é”.
Os estudantes do Ensino Secundário assistiram ainda à leitura dramatizada do “Memorial do Convento” e ao filme “O Ano da Morte de Ricardo Reis”.
A IV Festa do Livro termina amanhã e todos podem participar, bastando dirigir-se às bibliotecas. Este sábado, dia 14 de maio, encerraram as atividades com um programa destinado à comunidade (público espontâneo) que decorrerá nas bibliotecas de Vila Praia de Âncora e de Caminha.
São dois os Encontros com Autores:

Maria João Lopes - Apresentação e moderação por Cláudia Fernandes
Biblioteca / Ludoteca de Vila Praia de Âncora – 10h30
Maria João Lopes é jornalista freelancer e colaboradora do jornal Público. Natural de Guimarães, estudou Jornalismo na Universidade de Coimbra. Hoje vive em Lisboa, onde divide a casa com o Fellini e a Lolita, os gatos que inspiraram O Gatuno e o Extraterrestre Trombudo, texto vencedor do Prémio Branquinho da Fonseca 2011, atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo jornal Expresso. (Currículo in Wook)

Álvaro Laborinho Lúcio - Apresentação e moderação pelo Presidente da Câmara Municipal, Miguel Alves
Biblioteca de Caminha – 16h00
Álvaro Laborinho Lúcio, mestre em Ciências Jurídico-Civilísticas pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e magistrado de carreira, é juiz-conselheiro jubilado do Supremo Tribunal de Justiça. De janeiro de 1990 a abril de 1996, exerceu, sucessivamente, as funções de secretário de Estado da Administração Judiciária, ministro da Justiça e deputado à Assembleia da República. Entre março de 2003 e março de 2006, ocupou o cargo de ministro da República para a Região Autónoma dos Açores. Com intensa atividade cívica, é membro dirigente de várias associações, entre as quais se destacam a APAV e a CRESCER-SER, de que é sócio fundador. Com artigos publicados e inúmeras palestras proferidas sobre temas ligados à justiça, ao direito, à educação, aos direitos humanos e à cidadania em geral, é autor de livros como A Justiça e os Justos, Palácio da Justiça, Educação, Arte e Cidadania, O Julgamento. Uma Narrativa Crítica da Justiça – e, em coautoria, Levante-se o Véu. Agraciado pelo rei de Espanha, com a Grã-Cruz da Ordem de S. Raimundo de Peñaforte, e pelo presidente da República Portuguesa, com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo, é membro da Academia Internacional da Cultura Portuguesa e doutor honoris causa pela Universidade do Minho. Em 2014 publicou O Chamador, seu primeiro livro de ficção, em 2016 o romance O Homem Que Escrevia Azulejos (finalista do Prémio Fernando Namora 2017), e em 2019 O Beco da Liberdade, todos na Quetzal. (Currículo in Wook)

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho