Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Jardim de infância ‘Bracara Augusta’ vai integrar novo Centro Escolar
Festival de Papas de Sarrabulho promove ‘território de excelência’

Jardim de infância ‘Bracara Augusta’ vai integrar novo Centro Escolar

Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães

Jardim de infância ‘Bracara Augusta’ vai integrar novo Centro Escolar

As Nossas Escolas

2020-01-22 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Vereadora da Educação garantiu que a construção do centro é uma prioridade e está inscrita no Orçamento para este ano. Ontem, mães de alunos, denunciaram as más condições do espaço actual.

O Jardim de Infância Bracara Augusta e a Escola Básica Duarte Pacheco vão integrar o Centro Escolar Duarte Pacheco, que a Câmara de Braga pretende construir no bairro como o mesmo nome. As obras devem ter início ainda este ano. O anúncio foi feito pela vereadora da Educação na Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, ontem, dia em que algumas mães denunciaram as más condições das actuais instalações do Jardim de Infância ‘Bracara Augusta.
A vereadora revelou que a obra, avaliada em mais de um milhão de euros, consta do orçamento municipal para este ano e que “o projecto já está concluído. Estamos a trabalhar no processo para obter o necessário visto do Tribunal de Contas. A obra é mesmo para avançar”, apontou Lídia Dias.

Ontem de manhã, algumas das mães apontaram as más condições das actuais instalações do Jardim de Infância, que funciona no rés-do-chão de um prédio habitacional da zona da Quinta da Capela. “Há muita humidade nas paredes, o tecto tinha um buraco há mais de seis meses. A luz vai abaixo constantemente. Eles (os técnicos contratados pela câmara) vêm aqui arranjar, mas a luz vai abaixo constantemente. As crianças ficam constantemente ao frio”, disse uma das mães que pediu para não ser identificada.
Outra das mães revelou que a situação foi reportada à Câmara Municipal de Braga e “o que fizeram foi pintar as paredes por cima. Não rasparam e aquilo está outra vez a criar mofo. Já fomos a duas reuniões com o presidente da câmara e nada foi feito”.

As mães presentes à porta da escola indicaram que “o parque infantil é um crime, tem verdete no chão e o piso está levantado. É um perigo para as crianças.”
O grupo de mães revelou ainda que foram os pais que colocaram a televisão, o aquecimento, material didáctico e escolar e alguns móveis no jardim de infância.
As mães afirmaram também que ontem entraram em contacto com a “pessoa responsável pelo projecto que nos disse que não vão gastar mais dinheiro porque o jardim de infância vai mudar de instalações”.
A vereadora da Educação confirmou a reunião dos pais com Ricardo Rio e reconhece as más condições do espaço. Contudo, garante que a autarquia está a fazer os possíveis para dar boas condições às cerca de 50 crianças, educadoras e funcionárias do Jardim de Infância Bracara Augusta.

“O jardim de infância está a funcionar num espaço inusitado (inapropriado) para uma escola. Está no rés-do-chão de um edifício que já tem muitos anos e com alguns problemas. Ainda assim temos feito obras para dar melhor conforto. As equipas da electricidade estão a tentar a resolver os problemas da falta de luz e do aquecimento, que é recorrente em muitas escolas”, disse Lídia Dias.
O director do Agrupamento de Escolas D. Maria II referiu que os cortes de electricidade “têm a ver com sobrecarga provocada por aquecedores”. João Dantas assegura, no entanto, que o jardim de infância tem condições para funcionar com normalidade, enquanto não muda de instalações “no próximo ano”, e que a autarquia tem reparado algumas das anomalias.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.