Correio do Minho

Braga,

- +
João Granja pede explicações sobre vacinação
UMinho descobre novo método para armazenar energia

João Granja pede explicações sobre vacinação

Cultura volta a sofrer com cancelamento de espectáculos em Ponte de Lima

João Granja pede explicações sobre vacinação

Braga

2021-04-19 às 08h03

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Presidente do PSD Braga denuncia que há idosos, com mais de 80 anos, que aguardam há dois meses pela convocatória para receber a vacina. São casos a quem foi recomendado ser vacinado em ambiente hospitalar por uma questão de segurança clínica.

A Concelhia de Braga PSD denunciou ontem que há idosos, com mais de 80 anos e que integram a Fase 1 do plano de vacinação, que estão há cerca de dois meses a aguardar a convocatória para serem vacinados em contexto hospitalar.
Em comunicado, o presidente da Concelhia do PSD, João Granja, explica que ao longo das últimas semanas tem havido relatos de situações de adiamento de vacinação. Após o adiamento, já se passaram semanas, em alguns casos dois meses, sem que esses idosos bracarenses tenham recebido qualquer contacto para efectuar a vacina.

“O que nos é relatado é que muitos desses idosos, com mais de 80 anos, foram contactados para comparecerem no Fórum Braga para lhes ser administrada a vacina porque integravam o grupo prioritário da Fase 1, em conformidade com o plano de vacinação aprovado pelo governo. Nessa ocasião, foi-lhes comunicado que, por razões de segurança clínica, a vacina devia ser administrada em ambiente hospitalar pelo que deviam aguardar contacto posterior. Decorreram entretanto, em alguns casos, dois meses e continuam a aguardar o ansiado contacto, em muitos casos com a perplexidade de verem nas notícias cidadãos com menor risco a serem vacinados”, explica João Granja.
Perante a situação, o presidente do PSD Braga exige que “as autoridades expliquem o que se passa com esta situação” e se “confirmam ou não este procedimento de remessa para o hospital de Braga da responsabilidade de vacinar estes cidadãos”.

O PSD quer ainda saber quantos são os casos nesta situação e qual a razão por, entretanto, terem decorrido cerca de dois meses sem que estes cidadãos tenham sido chamados para va- cinação. Questiona ainda se as autoridades de saúde têm data para resolver esta situação.
“São muitos os casos que chegaram ao nosso conhecimento. Situações que abrangem pessoas que estão no grupo etário onde a letalidade do Covid 19 é maior”, sublinha.
Apesar desta situação, Granja reconhece e manifesta “apreço pelo trabalho que os profissionais de saúde têm realizado e pela organização como decorre o processo de vacinação”, apelando ainda a todos os que estejam elegíveis para a vacina para que a tomem porque “é de extrema importância” para combater a pandemia. “O que não se aceita é esta falta de explicação pública para uma situação de desigualdade injustificada e cujo custo pode ser a perda de vidas humanas”, remata.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho