Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Joaquim Gomes deixa Direcção do Agrupamento de Maximinos
Aprovado alargamento da área de parquímetros na Póvoa de Lanhoso

Joaquim Gomes deixa Direcção do Agrupamento de Maximinos

Gabinete de Psico-oncologia em Guimarães para apoiar doentes e as suas famílias

Joaquim Gomes deixa Direcção do Agrupamento de Maximinos

As Nossas Escolas

2019-12-18 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Joaquim da Silva Gomes apresentou a demissão do cargo de director do Agrupamento de Escolas de Maximinos. Pedido já foi aceite pela Directora Geral de Educação e cessa funções a 31 de Dezembro.

A 1 de Janeiro de 2020 Joaquim da Silva Gomes deixa de ser director do Agrupamento de Escolas de Maximinos, cargo que desempenhou nos últimos 18 meses. O pedido de demissão, já aceite pela Directora Geral de Educação, é justificado por “compromissos com outros projectos profissionais e académicos com data marcada de entrega” e que com o actual cargo de director dificilmente poderia cumprir.
A cessão de funções com director do agrupamento de Maximinos, o primeiro mega-agrupamento a ser formado no concelho, efectiva-se no início do novo ano civil. Deverá ser nomeada uma direcção provisória enquanto decorre o processo elei- toral que deverá estar concluído em meados de Abril.

Ao ‘Correio do Minho’ Joaquim da Silva Gomes afirma sair com a o sentimento de missão cumprida, dados os projectos que marcaram o seu mandato.
O mais relevante será certamente o arranque das obras de requalificação da Secundária de Maximinos, uma obra reivindicada desde 2008/2009, altura em que as outras quatro escolas secundárias foram totalmente requalificadas no âmbito da Parque Escolar.
“Remodelar a Secundária de Maximinos era uma questão de justiça”, realça Joaquim Gomes, recordando que a primeira fase da obra estará concluída em Maio e a segunda fase ficará pronta em Janeiro de 2021.
“A Secundária de Maximinos passara a ser uma escola moderna. É justo e esta comunidade educativa merece”, sustenta Joaquim Gomes.

Entre os projectos consolidados realça a implementação das turmas CLIL, um projecto pioneiro em que a aprendizagem é feita, pelo menos em 25%, a partir de conteúdos em Inglês.
E na hora de deixar o Agrupamento, Joaquim Gomes realça ainda outro feito alcançado sob a sua direcção: a certificação dos Cursos Profissionais.
A consolidação do Ensino Articulado da Música e da Dança, com o alargamento do projecto ao 1.º ciclo, e a consolidação do número de turmas do secundário são também motivos para Joaquim Gomes se orgulhar da herança que deixa a quem o suceder na tarefa de dirigir o Agrupamento de Escolas de Maximinos.

Na hora da saída, Joaquim Gomes menciona o bom relacionamento que manteve com a Câmara Municipal de Braga, realçando que o apoio foi sempre “permanente e imediato”.
Deixa ainda uma palavra de apreço ao Director Regional de Educação, “que foi excelente e teve sempre um papel muito próximo” deste agrupamento.
“Na hora da saída o balanço é claramente positivo”, remata.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.