Correio do Minho

Braga, sábado

- +
“Jogar na Mata real é uma das saídas mais difíceis do nosso campeonato”
Inauguradas novas instalações da Loja Social Rede + Colaborativa

“Jogar na Mata real é uma das saídas mais difíceis do nosso campeonato”

Doação de obra de Medina acalenta “paixão pela cultura”

“Jogar na Mata real é uma das saídas mais difíceis do nosso campeonato”

Desporto

2021-01-16 às 08h00

Miguel Machado Miguel Machado

Um jogo para guerreiros e para abordar de “mangas arregaçadas” é desta forma que Carlos Carvalhal antevê o duelo desta tarde entre Paços de Ferreira e SC Braga, a contar para a 14.ª jornada da I Liga. Partida entre 5.º e 4.º começa às 15.30 horas.

Depois da goleada a meio da semana (5-0 ao Torreense) para a Taça de Portugal, a equipa do SC Braga volta a entrar este sábado em acção mas para o campeonato. Os Guerreiros do Minho deslocam-se à Capital do Móvel para medir forças com o Paços de Ferreira, na 14.ª jornada da I Liga. Um jogo que o treinador arsenalista antevê de muito complicado, disse ontem na antevisão do encontro.
“Esta é uma das saídas mais difíceis do nosso campeonato. O Paços de Ferreira está bem, mas independentemente disso é sempre uma saída difícil jogar na Mata Real. Nós sabemos e temos consciência disso.Temos um grande respeito pelo Paços de Ferreira, um grande trabalho do Pepa e da sua equipa, pela sua qualidade de jogo e que está demonstrada na posição que ocupam na tabela classificativa”, referiu Carvalhal aos meios de comunicação clube.
Apesar do pouco tempo de recuperação para este jogo, o treinador do SC Braga não se esconde nessa desculpa e diz que os jogadores estão preparados para deixar a pele em campo.
“Estamos confiantes, positivos no nosso clima no clube, a última vitória foi daquelas que me deixou feliz por tudo, e isso evidentemente acrescentou o bom clima que nós temos e a nossa positividade. Temos consciência que este é um jogo de arregaçar as mangas, um jogo para guerreiros e vamos ter em campo onze guerreiros preparados”, realçou o timoneiro do 4.º classificado na I Liga, com 27 pontos, mais cinco que o Paços, que é quinto, com 22.
Sobre o adversário, referiu que a equipa pacense “tem argumentos diversificados” mas que estudou bem a sua forma de jogar.
“Percebemos como jogam, as suas dinâmicas, o que fazem quando estão a ganhar e a perder. Estamos bem preparados e vamos com tudo para a Mata Real, com respeito e vontade enorme de vencer”, frisou.
Questionado sobre a possibilidade do SC Braga ganhar pontos nesta jornada na aproximação aos rivais da frente, devido ao clássico entre FC?Porto e Benfica, Carvalhal foi taxativo.
“Não estamos preocupados com a classificação ou a pontuação, a nossa preocupação é o jogo seguinte e tentar vencê-lo. Só devemos concentrar-nos no que podemos controlar, que é o presente e o nosso jogo”, atirou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho