Correio do Minho

Braga,

- +
Jogos de Tabuleiro cativam fãs de todas as idades
Projecto é um “bom exemplo” do que “se quer de uma escola”

Jogos de Tabuleiro cativam fãs de todas as idades

Gala do Desporto da Póvoa de Lanhoso enalteceu mérito e excelência dos atletas

Jogos de Tabuleiro cativam fãs de todas as idades

Braga

2019-12-16 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

O Festival Internacional de Jogos de Tabuleiro, promovido pela associação bracarense ‘Cidade Curiosa’, decorreu nos últimos dias no Forum Braga, onde centenas de fãs jogaram até altas horas.

Os jogos de tabuleiro cativam cada vez mais adeptos e desenganem-se os que pensam que estes são jogos ‘fora de moda’. Prova disso mesmo foi o Festival Internacional de Jogos de Tabuleiro, realizado nos últimos dias, no Forum Braga, que atraiu muitos aficcionados ao evento.
O bracarense Raul Taveira, de sete anos, garante que a “diversão é grande” sempre que alguém quer disputar consigo jogos de tabuleiro. “Para mim, estes jogos são muito divertidos, apesar de que alguns são bem difíceis, mas é um desafio para mim”, confessou o jovem de S. Victor, que na tarde de ontem se encontrava no evento.

Este Festival Internacional de Jogos de Tabuleiro serviu de motivo para muitos outros jovens e associações culturais de vários pontos do país visitarem a cidade de Braga.
Eunice Machado, de 16 anos, veio de Valpaços. “Pertenço a uma associação cultural de Valpaços e decidimos vir até Braga, numa viagem de autocarro, propositadamente para participar neste festival, que consideramos muito interessante e muito importante de cultivar entre os mais novos, porque os jogos de tabuleiro são um excelente entretenimento, mas também puxam muito pela nossa ‘cabeça’ e pela nossa criatividade e capacidade de estratégia”, afirmou à reportagem do ‘Correio do Minho’. “Esta foi também uma óptima oportunidade para conhecermos um pouco da cidade de Braga e já visitámos vários locais como a Sé Catedral e o Bom Jesus”.

Uma opinião partilhada por Marco Silva, de 34 anos, que veio de Lisboa, onde lidera a associação Dice-Cultural, que promove também os jogos de tabuleiro entre as suas actividades.
“Desde os meus 11 anos que comecei a ser fã dos jogos de tabuleiro modernos, um gosto que foi ganhando com o jogo do Catan e desde então nunca mais parei de jogar. Hoje em dia gosto muito do Scythe e do Brass Lancashire”, disse, frisando que “o convívio” que os jogos de tabuleiro proporcionam é a sua grande mais-valia.

Além do lançamento europeu do jogo ‘Vírus 2’, este Festival Internacional de Jogos de Tabuleiro de Braga - Augusta 2019 contou com a presença do designer de jogos de tabuleiro Vital Lacerda e foi palco para o lançamento do Campeonato do Mundo 2020 dos jogos Catan e Carcassonne, com finais em Colónia e Essen, na Alemanha.
Alberto Pereira, presidente da Assembleia Geral da Associação Cidade Curiosa - a promotora do evento - diz que o balanço “é positivo” e que a adesão foi semelhante à edição anterior.
“Entendemos que este é um evento que faz todo o sentido, que é importante incentivarmos os mais novos e os mais velhos para jogarem jogos de tabuleiro e Braga está já a fazer a diferença, envolvendo muitos jovens numa actividade que puxa por eles”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.