Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
João Henriques: “Vamos a Famalicão para conquistar os três pontos”
Município de Famalicão dá prioridade nas aquisições à economia local

João Henriques: “Vamos a Famalicão para conquistar os três pontos”

Câmara de Vizela lança novo concurso de curtas metragens

João Henriques: “Vamos a Famalicão para  conquistar os três pontos”

Desporto

2021-01-24 às 06h00

Miguel Machado Miguel Machado

jogo às 20.15 horas, com previsão de muita chuva, promete água pela barba entre FC Famalicão e Vitória SC, em mais um dérbi minhoto na I Liga. João Henriques antevê duelo difícil mas quer vencer.

Moralizados com o triunfo caseiro a meio da semana (3-1 sobre o Nacional, em atraso da 12.ª jornada), os jogadores do Vitória vão apresentar-se, esta noite, em Famalicão com ambição reforçada em somar novamente os três pontos no campeonato. Treinador João Henriques reconhece, todavia, que a sua equipa terá que ser “competente” para conseguir desfeitear um adversário também moralizado depois de ter ido ganhar fora (ao Santa Clara) na ronda anterior.
“Espero um Famalicão mais tranquilo e confiante, com mais opções, uma equipa perigosa, que já mostrou alguma solidez nos Açores. Os reforços que foram buscar já têm mais tempo de treino, mais conhecedores das ideias do treinador, o grupo ficou mais forte”, analisou ontem o treinador do Vitória na antevisão à 14.ª jornada da I Liga.

Devido às más condições climatéricas previstas para este domingo, o treinador considera que a chuva e relvado pesado serão outro obstáculo a ultrapassar, mas reforça que os jogadores têm de estar preparados.
“Ambas as equipas podem ser prejudicadas. Amanhã (hoje) veremos se a bola dá para rolar ou não. Temos de ser muito competentes para ultrapassar um adversário de valor. A tabela demonstra que há muito equilíbrio, todas as equipas são difíceis, pontuar é tremendamente difícil, seja em casa ou fora”, apontou João Henriques, acrescentando que só hoje irá definir o onze em função precisamente do estado do terreno do Estádio de Famalicão.
“Os 22 jogadores que vão ser convocados vão estar todos aptos para ir a jogo. O contexto terá de se ver dentro de algumas horas, poderemos ter que fazer um jogo mais directo se a bola não rolar”, disse.
O técnico dos vitorianos desvalorizou ainda o pouco tempo de recuperação dos jogadores depois da equipa ter jogado na passada quinta-feira.

“O trabalho de recuperação foi bem feito e todos estão desejosos de ter mais minutos, como por exemplo o Wakaso, queremos que ele jogue mais. Há muita confiança em todos eles e o Vitória vai ser competitivo para conquistar os três pontos”, frisou o treinador.
Confrontado com as exibições individuais na equipa, que têm surgido nos últimos jogos, como o regresso da famosa trivela de Quaresma, o treinador do Vitória disse que são resultado do fortalecimento do coletivo.
“A equipa tem crescido nos seu todo e as individualidades saem potenciadas. Somos uma equipa, uma família e um clube cada vez mais forte e as coisas começam a correr melhor”, frisou o técnico.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho