Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Jovens bracarenses representam Portugal no Concurso Europeu de Ciência
Mil a correr pelos direitos humanos

Jovens bracarenses representam Portugal no Concurso Europeu de Ciência

Trajes do Baixo Minho desfilaram na passerelle

As Nossas Escolas

2018-09-10 às 08h03

Redacção

João Dinis Álvares e Ana Raquel Moreira, alunos do Agrupamento D. Maria II de Braga, participam esta semana na 30.ª Final Europeia do EUCYS 2018 - Concurso Europeu para Jovens Cientistas, na Irlanda.

João Dinis Álvares e Ana Raquel Moreira, do Agrupamento D. Maria II de Braga, vão participar na 30.ª Final Europeia do EUCYS 2018 (Concurso Europeu para Jovens Cientistas) em Dublin, Irlanda, que decorre entre os próximos dias 14 e 19.
O EUCYS é o mais importante e mais prestigiado concurso de Ciência, para Jovens Cientistas, que se realiza a nível Europeu e que tem o apoio e o patrocínio da Comissão Europeia.
A representar Portugal estarão três equipas de jovens Portugueses que se destacaram na 12. ª Mostra Nacional de Ciência, promovida pela Fundação da Juventude, no passado mês de Junho, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Os jovens, do Agrupamento de Escolas D. Maria II (Braga) vão levar a concurso o projecto ‘Estudo de Padrões de Correlação em Sinais de Ondas Gravitacionais e GBR’s (Gama-Ray Bursts)’. O projecto, concorrente na área da ‘Física’, foi um dos vencedores na 12.º Mostra Nacional de Ciência, organizada pela Fundação da Juventude com o apoio da Ciência Viva e a Presidência da República, que se realizou entre 31 de Maio e 2 de Junho de 2018 na Alfândega do Porto.
O trabalho destes jovens fez a análise de vários acontecimentos astronómicos observados em 2015 e 2017 que vieram confirmar a previsão que Einstein fez há mais de um século sobre a existência de ondas gravitacionais. As primeiras detecções foram feitas a partir da colisão de buracos negros.

Em Agosto de 2017 foi registado pela primeira vez um evento idêntico mas agora proveniente da colisão de estrelas de neutrões tendo sido essas detecções (de ondas gravitacionais e de raios gama) denomina- das GW170817/GRB170817. Já foram feitos alguns estudos exaustivos em relação a este evento, mas no destes alunos o assunto foi abordado de uma maneira diferente. Foi-se à procura do que ainda não se descobriu utilizando um programa do CERN, o ROOT. O motivo pelo qual este software nunca foi utilizado é porque não foi criado para tratar o tipo de eventos que neste projeto foram abordados. O objectivo principal foi encontrar correlações entre estas duas forças, gravitacional e electromagnética e chegar a conclusões a partir dessas descobertas.

Os outros dois projectos que representam Portugal no concurso são o ‘Teoremas de comutatividade para grupos e semigrupos’, um projecto de matemática do Colégio Planalto de Lisboa e realizado por Francisco Araújo e ainda o ENTOFARM.PT de Mário Ribeiro, João Maria Leite e Catarina Brandão, na área das Bioeconomia, do Colégio Luso-Francês do Porto, que consiste num modelo de produção sustentável de grilo doméstico (Acheta Domesticus) para a introdução na alimentação.
O trabalho dos alunos bracarenses foi coordenado pelo docente João Paulo Vieira, que irá acompanhar os alunos no evento internacional e teve ainda o acompanhamento e apoio científico do Professor Doutor António Onofre da Universidade do Minho.

Os participantes no EUCYS competem por prémios monetários (entre 3500 a 7000 euros) e ainda vários prémios de honra e altas distinções atribuídas por instituições Científicas Europeias. 
O professor coordenador, João Vieira considera que “se trata de um projecto muito complexo e altamente inovador. Estou imensamente orgulhoso do trabalho que estes jovens realizaram e que mereceu, mais uma vez, um reconhecimento especial na Mostra Nacional de Ciência por parte dos júris de várias Universidades e Institutos Científicos portugueses”.
“O mérito é sobretudo dos alunos e das condições que a Secundária D. Maria II proporciona aos seus discentes para a investigação científica. Uma palavra, muito particular, para o apoio prestado pela Universidade do Minho”, elogiou. 

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.