Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Jovens cumprem sonho de ingresso na carreira militar
Viana do Castelo aprova transferência de 165 mil euros para freguesias do concelho

Jovens cumprem sonho de ingresso na carreira militar

SNS coloca 40 mil enfermeiros a vacinar

Jovens cumprem sonho de ingresso na carreira militar

Braga

2020-11-21 às 09h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Regimento de Cavalaria N.º 6 acolheu ontem nova cerimónia de juramento de bandeira. Desta vez foram 19 os jovens que cumpriram a primeira etapa da vida militar.

Dezanove soldados recrutas cumpriram ontem, no Regimento de Cavalaria N.º 6, o juramento de bandeira, depois de completarem o 9.º curso de formação geral comum de praças do Exército. As restrições impostas pela situação pandémica actual obrigaram à realização da cerimónia, presidida pelo brigadeiro-general Henrique José Pereira dos Santos, director de Serviços de Pessoal, sob fortes restrições em termos de presenças.
Marta Fernandes, de Valença, cumpriu ontem “um dos maiores sonhos” da sua vida: ser militar. “A carreira militar foi sempre algo que eu quis”, confessou a jovem ao Correio do Minho, consciente da importância das Forças Armadas, já que “faz falta ter alguém a assumir a defesa da nossa pátria e a honrar o nosso país”.
Ultrapassada a fase de recruta, Marta mantém-se indecisa entre as armas de Cavalaria e Infantaria para prosseguir a sua formação.
José Ferreira, de Famalicão, outro dos recrutas que chegaram agora ao fim da sua primeira fase de formação militar, sonha já com o destacamento para missões de paz no estrangeiro.
“Cumprir missões no estrangeiro é um objectivo. Depois passar para a Escola de Sargentos e ficar nos quadros permanentes do Exército”, adiantou ao Correio do Minho o jovem que vê na camaradagem um dos principais valores que apreendeu na fase de recruta
“Acredito que aqui sirvo algo maior doque lá fora. Senti sempre vontade de fazer algo pelo meu país e pela humanidade”, confessa o famalicense que ontem jurou defender a Pátria e a Constituição da República Portuguesa.
Na cerimónia realizada ontem de manhã, na parada do Regimento de Cavalaria N.º6, o brigadeiro-general Henrique José Pereira dos Santos, lembrou aos jovens recrutas que através da camaradagem e do espírito de entreajuda, “a coesão é a solução para atingir o sucesso”.
Os 19 novos militares foram exortados a cumprir as próximas semanas de formação complementar com “dedicação e empenho”.
O Regimento de Cavalaria N.º6 foi fundado em 1709, mas está apenas há 41 anos na cidade de Braga. Anteriormente, esteve aquartelado nas cidades de Chaves, Bragança, Santarém, Miranda do Douro e Porto.
Transferido do Porto para Braga em Agosto de 1979, adoptou desde então o nome de Regimento de Cavalaria de Braga. Em 1993 voltou, até hoje, a designar-se Regimento de Cavalaria N.º 6

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho