Correio do Minho

Braga, sábado

Juventude Popular convida jovens a debater o futuro do país
‘Rio’ de gente na ‘Praia Fluvial’ do Poço do Frade para um Passeio Literário pela ‘mão’ do Centro de Teatro

Juventude Popular convida jovens a debater o futuro do país

Residência Artística de EcoArte encerra hoje

Braga

2019-06-12 às 09h09

Redacção

Conferência ‘ O Futuro de uma Geração para Portugal’ decorre amanhã à noite no GNRation e junta representantes de associações e movimentos associativos ligados à juventude.

‘O Futuro de uma Geração para Portugal’ é o tema da conferência que a Juventude Popular (JP) de Braga realiza amanhã à noite, a partir das 21 horas, no GNRation.
O evento, esclareceu Francisco Mota, presidente da JP de Braga, pretende levar pos jovens a reflectirem sobre o futuro do país.
“Pretendemos com isto reflectir o futuro do país a curto e a longo prazo. É necessário fazer uma reflexão muito profunda sobre que país queremos para o futuro O país precisa de uma mudança profunda e isso só acontece com o envolvimento de todos. Está na hora de nós (jovens) darmos o nosso contributo ao nosso território, ao nosso país e à nossa sociedade”, explicou Francisco Mota.

Em cima da mesa estão variados temas. O presidente da JP nacional, Francisco Rodrigues dos Santos, vai abordar o tema ‘Os Jovens e a Política - Que Caminho’. Ao presidente do Conselho Nacional da Juventude, Hugo Carvalho, cumpre falar do ‘Associativismo - Que Desafios para as Novas Gerações’. Nuno Reis, presidente Associação Académica da Universidade do Minho vai falar da ‘Educação e Instituições - Que Modelo Queremos para o Futuro’. O presidente da JP de Braga, Francisco Mota vai mostrar a relação entre ‘Os Jovens e o Centralismo - que Impacto no Futuro do País”. Catarina Moreira, segundo classificada do concurso ‘Curto Círcuito’, da SIC Radical abordará o tema ‘Expectativas dos Jovens - O que Será o Amanhã?’.
Algumas das conclusões do encontro podem vir a ser incluídas no ‘livro branco’ que a JP está a preparar para apresentar em Agosto próximo.

“A JP está a preparar um documento branco da juventude, de diversas áreas de actuação na região. Sobretudo na cidade, em que queremos dar o nosso contributo para o futuro do país, e trazer ao debate nas próximas eleições legislativas”, disse o dirigente da JP, revelou que a publicação deve ser lançada a 12 de Agosto (Dia Mundial da Juventude).
Francisco Mota considerou que os jovens portugueses estão, actualmente, muito afastados da política, muito por culpa dos partidos. “As juventudes partidárias e os partidos políticos têm que se reinventar. Eu acredito que os jovens estão mais preparados do que nunca, quer para assumirem responsabilidades públicas, quer para fazerem este tipo de reflexões e terem opinião, necessitam é de serem motivados e chamados para que isso aconteça”, frisou Francisco Mota.

O dirigente da JP em Braga acrescentou que chamar os jovens à política tem sido uma das missões da estrutura partidaria, nomeadamente, através do Conselho Municipal de Juventude. Um órgão municipal de consulta da autarquia bracarense que, no entender da JP de Braga, tem sido bem orientado pela vereadora do pelouro da Juventude, Sameiro Araújo. “ O pelouro da Juventude e do Desporto tem dado oportunidade a todas as organizações de tomarem parte nas diversas actividades. Tem sido uma construção de políticas de juventude de mãos dadas com os jovens”, referiu o Francisco Mota.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.