Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
“Regionalização impõe-se a cada dia”
Município de Esposende concretiza requalificação da zona central de Vila Chã

“Regionalização impõe-se a cada dia”

Casa de Manuel de Boaventura será museu

“Regionalização impõe-se a cada dia”

Vale do Ave

2010-07-21 às 06h00

Redacção Redacção

A ‘Regionalização como modelo de governação’ foi o tema que esteve em debate em Cabeceiras de Basto. Arlindo Cunha e Carlos Lage foram os convidados.

A ‘Regionalização como modelo de governação promotor do desenvolvimento das regiões e da coesão nacional’ foi tema da conferência que juntou, anteontem, Carlos Lage (presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte) e Arlindo Cunha (ex-ministro da Agricultura, Pescas e Alimentação e ex-ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente) no auditório do Centro Hípico de Cabeceiras de Basto.

Ambos pró-regionalização, Carlos Lage e Arlindo Cunha apresentaram à plateia as vantagens da regionalização como modelo de governação, cuja implementação é cada vez mais reivindicada para o desenvolvimento equitativo do país.
Arlindo Cunha começou por realçar as assimetrias cada vez mais acentuadas que só são possíveis ultrapassar com a “modernização do Estado” e com o aprofundar da democracia e do desenvolvimento das regiões.

“Pode-se governar de longe, mas administrar só de perto”, salientou o ex-ministro, referindo que a regionalização não põe em causa a coesão nacional”. O que está em causa é a implementação de um modelo organizativo para governar melhor.
“A regionalização impõe-se a cada dia que passa”, sublinhou Arlindo Cunha.

Na sua intervenção, o presidente da CCDRN, Carlos Lage, fez uma abordagem ao artigo 255 da Constituição da República Portuguesa, dando azo para um debate “participado e esclarecedor”, escreveu à imprensa o município de Cabeceiras Basto, responsável pela organização da conferência.
O autarca Joaquim Barreto, também ele um entusiasta da regionalização, lembrou as dinâmicas emergentes em vários locais do país pró-institucionalização da regionalização nesta legislatura.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho