Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Mais 1926 desempregados em Janeiro no Minho
Eixo Atlântico permite “juntar e somar vontades diferentes”

Mais 1926 desempregados em Janeiro no Minho

BLCS evoca Victor de Sá em conferência

Mais 1926 desempregados em Janeiro no Minho

Economia

2021-02-26 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Em Janeiro inverteu-se a tendência e o desemprego voltou a subir. No distrito de Braga registaram-se mais 1564 desempregados e no de Viana do Castelo 362. Há 37.937 habitantes sem trabalho.Já no distrito de Viana do Castelo houve 362 pessoas que perderam o emprego em Janeiro, contabilizando-se um total de 6287 desempregados.

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego do distrito de Braga voltou a subir consideravelmente em Janeiro, invertendo-se a tendência de decréscimo registada nos meses anteriores.
De acordo com o mais recente relatório divulgado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o distrito contabilizava no último dia de Janeiro um total de 31.650 desempregados, mais 1564 do que em Dezembro.
O desemprego subiu em todos os concelhos, com excepção de Celorico de Basto, que terminou o mês com 804 desempregados, menos 33 do que Dezembro.

Já Braga lidera a lista dos concelhos com mais desempregados inscritos, sendo também o concelho em que mais pessoas ficaram sem trabalho. Terminou o mês com 7678 desempregados, mais 597 do que em Dezembro.
Segue-se Guimarães, que tem 6810 inscritos, mais 216 do que em Dezembro.
O ‘top 3’ fecha com Famalicão, concelho que terminou o primeiro mês do ano com 4742 desempregados, mais 156.
Barcelos ganhou mais 110 desempregados, constando agora com 2713 inscritos no IEFP.

No concelho de Fafe, Janeiro terminou com 2250 desempregados, mais 62 do que no mês anterior.
Vila Verde também viu aumentar significativamente o número de pessoas sem trabalho: mais 121 em Janeiro, contado um total de 1439.
Segue-se Vizela, com 1021 desempregados, mais 41.
Na Póvoa de Lanhoso, no final do mês passada havia 915 desempregados, mais 30 do que em Dezembro.

Esposende registou um aumento de 69 inscritos no IEFP, apresentado agora um total de 812.
Segue-se Cabeceiras de Basto, com 794 inscritos no IEFP, mais 70.
Em Vieira do Minho, em Janeiro registaram-se mais 23 pessoas sem emprego. Eram 683 no final do mês passado.
Já Amares, fechou Janeiro com 616 desempregados, mais 53.
Terras de Bouro mantém-se o concelho com menos desempregados. Apresentava no final do mês passado 373 inscritos no centro de emprego, mais 49 do que em Dezembro.

Alto Minho tem 6287 pessoas inscritas no IEFP

Em Janeiro, o desemprego também subiu no Alto Minho. No final do mês estavam inscritas um total de 6287 pessoas nos centros de emprego, mais 362 do que em Dezembro.
Seis concelhos registaram aumento no número de desempregados, mas há três em o desemprego desceu e um, Paredes de Coura, em que o número de inscritos permaneceu inalterado: 268.
Viana do Castelo é o concelho com mais desempregados, sendo também o que apresenta maior número de inscritos. Terminou Janeiro com 2606 pessoas sem trabalho, mais 259 do que em Dezembro.

Segue-se Ponte de Lima, com mais 59 desempregados, terminou Janeiro com 834 inscritos no IEFP.
Valença registou mais 40 pessoas sem trabalho, terminando o mês com 548 desempregados.
Arcos de Valdevez apresenta no final de Janeiro mais 18 desempregados, com um total de 548.
Monção aparece com 445 desempregados, mais 10.
Já Caminha contabiliza 395, mais 4.

O desemprego desceu em Ponte da Barca, Melgaço e Vila Nova de Cerveira.
Em Vila Nova de Cerveira, no mês de Janeiro registaram-se menos 15 desempregados. Conta um total de 256 no relatório do IEFP.
Em Ponte da Barca há 264 desempregados, menos quatro.
Já Melgaço é o que apresenta menos desempregados: 123, menos nove do que em Dezembro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho