Correio do Minho

Braga,

- +
Manuel Pinho: "Ligação a Braga é muito forte"
Vereadora CDU volta à questão do Mercado Municipal

Manuel Pinho: "Ligação a Braga é muito forte"

AGD Cabanelas: Em busca do próximo passo

Manuel Pinho: ´Ligação a Braga é muito forte´

Entrevistas

2022-04-02 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Manuel Pinho, ex-ministro da Economia de José Sócrates encontra-se em prisão domiciliária em Braga, na sequência do ‘Caso EDP’. Ainda não foi acusado, nem julgado, nem se sabe quando. Pedimos-lhe uma entrevista. Acedeu e recebeu-nos na Quinta do Assento, em Gondizalves, onde tem profundas ligações familiares, que passam pela Fábrica Confiança e Sporting de Braga...

Citação

Quinta do Assento, em Gondizalves. A dois passos do centro da cidade de Braga. A primeira pergunta é: porquê Braga?
Estou em Braga porque a minha família tem fortes laços com a cidade há já quatro gerações. De certa maneira, é um regresso às origens, depois de uma longa viagem que me levou, primeiro a França, para fazer um doutoramento em economia, a seguir aos Estados Unidos para trabalhar no Fundo Monetário Internacional, depois, regressar a Portugal, onde fui responsável pelo Tesouro, administrador de um banco e ministro e, finalmente, voltar ao estrangeiro para ensinar em vários países e em diversas universidades.

Voltemos à família e ao seu bisavô Domingos Afonso. Quem era?
Domingos José Afonso era oriundo de uma família pobre, tinha grande espírito de iniciativa e foi muito bem-sucedido como empresário. Em 1894 tornou-se sócio da fábrica de perfumes e sabões Confiança, antes de ser eleito presidente da Associação Empresarial de Braga em 1900. Os seus interesses iam da banca, ao turismo, imobiliário, transportes e África, espero que a memória não me atraiçoe.

Fale-nos de África...
Casou com a minha bisavó Teresa, nativa de S. Tomé, tendo explorado a roça do ilhéu das Rolas, que foi propriedade da minha família até à independência em 1975.

As ligações não são só a Braga, estendem-se também ao Gerês…
Sim, era um dos sócios dos quatro hotéis das termas e da empresa de camionagem que liga Braga ao Gerês, que ainda pertencem a um ramo da minha família. Passei lá muitas férias quando criança.

Domingos Afonso teve quatro filhos, entre os quais o seu padrinho, escritor, Domingos. Fale-nos sobre ele…
Domingos Afonso teve um filho e três filhas. O meu tio-avô e padrinho, também chamado Domingos, não desenvolveu a obra do pai e dedicou-se à genealogia, a disciplina que trata da origem e evolução das famílias, tendo deixado dois livros que, ainda hoje, são uma referência. O Sangue de Luís XIV, sobre a descendência do rei-sol e o Livro de Ouro da Nobreza.
Maria Gomes de Almeida (nome de casada) era a sua avó. Já lá vamos. Fale- -nos um pouco das suas tias-avós, Alice Braga da Cruz e Teresa Esquível que viveram em Braga.
Sim, a minha tia-avó Alice casou com Manuel Braga da Cruz, um professor de matemática e a minha tia Teresa com Teófilo Esquível, que era médico em Braga. Ambas viveram na rua dos Chãos em casas que ainda hoje existem e faziam parte do património imobiliário do meu bisavô.

Finalmente, a sua avó materna, curiosamente a única que não ficou em Braga, casou com Manuel Gomes de Almeida e viveram em Espinho. Fale-nos deles.
A minha avó Maria, que era a mais nova, casou com Manuel Gomes de Almeida, um cirurgião nascido em Trás-os-Montes numa família numerosa e trabalhou na equipa que fez o primeiro transplante de coração nos Estados Unidos.
Era um homem extraordinário muito reconhecido aqui no Norte, tendo inclusivamente sido dado o nome dele à rua em que vivia e tinha a clínica como também ao liceu de Espinho.


--- Não perca a entrevista completa na sua edição impressa do jornal Correio do Minho. ---

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho