Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Maria da Fonte dá a volta com golos no fim das duas partes
Exposição da Misericórdia de Barcelos apela ao diálogo e à paz no mundo

Maria da Fonte dá a volta com golos no fim das duas partes

Theatro Circo: Novidades preenchem agenda cultural do próximo quadrimestre

Maria da Fonte dá a volta com golos no fim das duas partes

Desporto

2024-02-19 às 06h00

Rui Serapicos Rui Serapicos

Bairro reduzido a dez no último quarto de hora teve o treinador expulso no fim da primeira parte e sofreu golo da derrota, num penálti, sobre o fim do tempo regulamentar.

Citação

O Maria da Fonte foi ontem ao reduto do Bairro vencer por 2-3, em encontro a contar para a 22.ª jornada da divisão Pró-Nacional da AF Braga.
Após o fim do jogo, ninguém do clube da casa quis prestar-nos declarações. “Você, viu, comente você. O que você comentar, está bem”, disse um dirigente.
A equipa visitada, que esteve por duas vezes a vencer, ficou ainda na primeira parte privada do treinador Eduardo Silva, e no último quarto de hora a jogar só com dez. Em inferioridade numérica, sofreu o golo que ditou a sua derrota já sobre o fim dos 90 minutos regulamentares, num penálti que foi assinalado depois de dois jogadores se terem embrulharem sem bola.
Os povoenses, que lutam pelo primeiro lugar, entraram ao ataque, com pressão intensa nos minutos iniciais.

Os famalicenses, que procuram sair da zona de despromoção, aguentaram o ímpeto dos visitantes, equilibraram as operações no meio campo e começaram a chegar com perigo junto da baliza forasteira.
Aos 19 minutos, a concluir uma transição pela esquerda, Filipe Augusto antecipou-se aos defesas e marcou para o Bairro.
O Maria da Fonte tentou a resposta por volta da meia hora, com um cabeceamento de Dino sobre a trave.
Pouco antes do intervalo, com dois jogadores do Bairro caídos e a pedir assistência, o árbitro mandou seguir. O treinador Eduardo Silva, protestou e viu vermelho.

Seguiu-se um período interrompido com muitas faltas e uma substituição. Aos 4 minutos de compensação, solto junto à marca de grande penalidade, Tanela, com um remate à meia volta, fez o empate.
Na segunda parte, as equipas entraram encaixadas, até que aos 56 minutos Serra subiu pela direita e quando a defesa do Maria da Fonte esperava um cruzamento, arriscou de ângulo apertado o remate e fez 2-1.
Aos 67 minutos, num canto do lado direito, um jogador do Bairro estava caído na área a pedir assistência levantou-se mas já não impediu o defesa do Maria da Fonte, Cabreira, que subiu à posição de ponta de lança, de cabecear para o 2-2.
Aos 79 minutos, num lance disputado sobre a linha do meio campo, Rafa entrou de pé em riste e foi expulso com cartão vermelho directo.
Aos 86 minutos, na área do Bairro, dois jogadores embrulharam-se. O árbitro manda seguir. O movimento continuou e o juiz assinalou penálti contra o Bairro. Tanela deu a volta ao marcador.
No minuto 89 Coruja esteve perto do 3-3, com um golpe de cabeça, mas o guarda-redes marifontista, Paulinho, respondeu com defesa em voo.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho