Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Material doado a Braga pela cidade de Shenyang chega na próxima semana
Ecovia do Vez ganha um novo percurso

Material doado a Braga pela cidade de Shenyang chega na próxima semana

Museus municipais de Famalicão reabrem segunda-feira

Material doado a Braga pela cidade de Shenyang chega na próxima semana

Braga

2020-03-27 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Doação de material de protecção individual aguarda embarque para Portugal na embaixada portuguesa em Pequim.

As 10 mil máscaras médicas descartáveis e os 500 kits médicos de protecção individual doados ao Município de Braga pela cidade chinesa de Shenyang serão expedidos, em voo fretado pelo Governo português, na próxima quarta-feira, dia 1 de Abril, revelou ontem o presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio.
Segundo o edil, aquele material encontra-se já reunido na embaixada portuguesa em Pequim, aguardando disponibilidade num dos ‘charters’ que o Governo português fretou para fazer chegar ao nosso país produtos e equipamentos necessários para o actual momento de controlo epidémico da Covid-19. O material doado pela cidade chinesa com a qual Braga estabeleceu um acordo de amizade, irá servir profissionais de saúde e outros agentes de protecção civil, adiantando Ricardo Rio que o Município está também a adquirir materiais de protecção individual para uso dos funcionários municipais e para cedência a instituições de solidariedade social mais carenciadas.

Ontem, em entrevista à Rádio Antena Minho, o presidente da Câmara Municipal reconheceu que existem ainda “lacunas significativas de equipamentos e meios de protecção individual, tendo a autarquia procedido, anteontem, à distribuição de milhares de máscaras, toucas e pares de protecções pelas quase três dezenas de instituições particulares de solidariedade social do concelho.
Sobre as necessidades das unidades de saúde, Ricardo Rio diz não ter informação rigorosa, antes testemunho de profissionais que dão notícia de carência de meios de protecção individual, não de equipamentos médicos, nomeadamente ventiladores.
A Câmara Municipal está aberta a canalizar apoios mecenáticos para suprir carências que existam nesses estabelecimentos, bem como a facilitar acesso a linhas de contratação.

A Câmara Municipal de Braga vai estender a zonas mais periféricas do concelho as limitações à utilização de espaços e equipamentos de lazer. O presidente Ricardo Rio refere que o encerramento de espaços da cidade como o Complexo da Rodovia ou a Ecovia do Rio Este está a produzir efeitos na limitação da circulação de pessoas, mas que a procura, indevida nesta fase de isolamento social, de locais de lazer noutros pontos do concelho merece atenção especial. O edil relembra que a medida ‘horário zero’ para grande parte do comércio, que a Câmara Municipal aprovou mesmo antes da declaração do estado de emergência permitiu
à cidade “ganhar três dias” na batalha contra a propagação da Covid-19.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho