Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Mentalidade é o principal obstáculo à erradicação da violência no namoro
CIM Alto Minho promove ação de capacitação para elementos de comando das corporações de bombeiros

Mentalidade é o principal obstáculo à erradicação da violência no namoro

Viana do Castelo: Colóquio celebrou vida e obra do escritor João da Rocha

Mentalidade é o principal obstáculo à erradicação da violência no namoro

Braga

2021-03-10 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Deputada da Assembleia da República Palmira Maciel desafiou os participantes na sessão distrital do Parlamento dos Jovens a serem mais interventivos no combate à violência doméstica e no namoro.

A mentalidade é o grande obstáculo à erradicação da violência no namoro. A opinião foi manifestada ontem pela deputada na Assembleia da República (AR) eleita por Braga, Palmira Maciel, na sessão distrital do Parlamento dos Jovens - Secundário. O encontro, que decorreu online, teve como tema a ‘Violência Doméstica e no Namoro’.
Palmira Maciel afirmou que este é um tema ao qual a AR “dá grande importância” e que está preocupada em obter “respostas para um combate constante e sem tréguas” à violência doméstica e no namoro.
A solução, indicou a deputada da nação, passa por uma mudança de mentalidades com a colaboração dos jovens. “São os jovens que têm que ajudar os pais e os colegas a mudarem as mentalidades. Temos que mudar as mentalidades das pessoas que nos são mais próximas”, desafiou Palmira Maciel.

A deputada anunciou que a violência doméstica e no namoro é uma das prioridades do Governo e que estão previstas verbas para ajudar a combater o problema. “O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) tem verbas para que sejam feitos investimentos em políticas para combater a violência contra as mulheres. Vai haver dinheiro para estas questões e também para a promoção da igualdade de género”, frisou Palmira Maciel.
Entretanto, a deputada anunciou que está a ser preparado um manual de actuação das forças de segurança em matéria de violência doméstica. “Estão a ser preparados manuais de actuação a adoptar pelos orgãos de polícia, com legislação para agilizar o processo”, disse Palmira Maciel. A deputada da AR desafiou os jovens a tomarem um papel mais activo na sociedade, nomeadamente através da integração de listas para as juntas de freguesia ou de juventudes partidárias.

Explicou, ainda, como funcionam as comissões parlamentares. A sessão serviu para eleger os deputados do distrito à sessão nacional do Parlamento dos Jovens, que vai decorrer nos dias 14 e 15 de Junho, na AR. Vão estar presentes dois alunos de cada uma das seguintes escolas secundárias: D. Sancho I (Famalicão), Barcelinhos (Barcelos), Caldas das Taipas (Guimarães) e Infias (Vizela. A Escola Secundária Santos Simões e o Colégio do Ave (ambos de Guimarães), ficaram como suplentes.
O porta-voz do grupo parlamentar eleito por Braga é o aluno Gonçalo Araújo, da Escola Secundária de Infías (Vizela).

A proposta vencedora tem como tema ‘Abstenção Eleitoral: Causas e Soluções’. Esta proposta vai ser discutidas na próxima sessão do Parlamento dos Jovens juntamente com as propostas das escolas dos outros ciclos eleitorais.
O Parlamento dos Jovens conta com sessões idênticas destinadas aos alunos das escolas do ensino básico (neste caso a final é nos dias 31 de Maio e 1 de Junho, também na AR). O Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da AR, dirigida aos jovens do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, de escolas do ensino público, particular e cooperativo do continente, das Regiões Autónomas e dos círculos da Europa e de Fora da Europa. O objectivo é o de promover a educação para a cidadania.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho