Correio do Minho

Braga,

- +
Mercadona reduz o consumo energético em 39,7 milhões de kWh em 2019 e 2020
Autarquia de Braga cria Provedor dos Animais

Mercadona reduz o consumo energético em 39,7 milhões de kWh em 2019 e 2020

João de Melo “felicíssimo” por um prémio que é um “milagre”

Mercadona reduz o consumo energético em 39,7 milhões de kWh em 2019 e 2020

Nacional

2021-06-07 às 13h30

Redacção Redacção

Redução do consumo energético deve-se à introdução de melhorias em 2019 e 2020, à reavaliação dos seus processos e ao início de novas estratégias verdes e sustentáveis.

Durante 2019 e 2020, a Mercadona reduziu o consumo de electricidade em 39,7 milhões de kWh, instalou mais de 1.400 painéis solares e fechou o ano com um total de 1.020 “Lojas 8”, que reduzem até 40% do consumo energético. Elaborou um Plano de Acção para Redução de Emissões com o qual poderá certificar uma diminuição de 20% nas suas emissões logísticas entre 2015 e 2019.

A Mercadona continuou a avançar, entre 2019 e 2020, no seu Sistema de Gestão Ambiental para Continuar a cuidar do Planeta. Durante estes anos, e após ter reavaliado os seus processos e implementado novas estratégias de
sustentabilidade, a empresa reforçou o seu compromisso com a defesa e respeito pelo meio ambiente, o que significou um investimento de mais de 90 M€ de euros durante estes dois anos.

O Sistema de Gestão Ambiental da Mercadona baseia as suas actuações na premissa de produzir mais com menos recursos, para o qual identifica os impactos ambientais gerados pela sua actividade e define objectivos e estratégias para os reduzir em quatro áreas principais: logística sustentável, eficiência energética, produção e consumo sustentáveis e redução e gestão de resíduos.

Logística sustentável
A empresa continuou a rever a sua logística e introduziu melhorias que permitiram a optimização destes processos, tornando-os cada vez mais sustentáveis, incorporando soluções como, por exemplo, o uso de combustíveis alternativos menos poluentes.

Continuou também a promover a sua Estratégia do Oito, com um conjunto de iniciativas que permitem melhorar o desempenho ambiental da sua frota, tais como o compromisso de “Compras sobre o cais”, que reduz a pegada de carbono; a implementação da “Logística Inversa” para optimizar os trajectos no regresso; ou o recurso ao ecodesign de embalagens, optimizando o espaço de carga e evitando o “transporte de ar”.

Graças a estas iniciativas e ao esforço do seu departamento de logística e dos Fornecedores Totaler com os quais colabora, no final de 2020, a empresa conseguiu avanços significativos, tal como reflectem os dados: 99% da sua frota cumpre com o padrão de motor Euro VI, conta com 103 camiões movidos a gás natural (GNL e GNV), realiza logística silenciosa fora das horas de ponta num total de 777 lojas e atingiu índice de preenchimento dos seus camiões de 85%, apesar das complexas mudanças logísticas causadas pela pandemia.

Eficiência Energética
A empresa lançou um exaustivo projecto de medição em tempo real do consumo de energia de cada loja e aposta também na instalação de painéis fotovoltaicos como fonte de energia renovável e de redução de emissões. Neste sentido, a empresa instalou em 2020 mais de 1.400 painéis solares distribuídos em 8 centros entre Espanha e Portugal, iniciativa que lhe permite poupar, em cada um destes centros, 15% da electricidade; e tem um total de 9.000
painéis solares activos, o equivalente a mais de 600 kWp em painéis fotovoltaicos.

A Mercadona continuou a avançar, ao longo de 2019 e 2020, com seu compromisso com as lojas ecoeficientes, adaptando a sua rede de supermercados ao Modelo de Loja Ecoeficiente ou “Loja 8”. Este esforço permitiu encerrar 2020 com um total de 1.020 “Lojas 8”, o que implica uma redução de 40% no consumo de energia em relação a uma loja convencional.

A cadeia de supermercados conseguiu assim reduzir o consumo de energia eléctrica durante 2019 e 2020 em 39,7 milhões de kWh, com taxas de consumo por m3 de mercadoria que chega à loja de 57,6 e 58,5 kWh em 2020 e 2019, respectivamente, frente aos 61,5 kWh de, 2017, por exemplo.

Além disso, continuou a trabalhar noutras iniciativas verdes, como a instalação de 1.433 pontos de carregamento de veículos eléctricos nos seus parques de estacionamento, ou na prevenção e controle de fugas de gás refrigerado, com melhorias muito significativas na evolução das emissões causadas por tais fugas, que passaram de 14,3% em 2017 para 6,93% e 5,61% em 2019 e 2020, respectivamente.

Gestão de Resíduos e redução do plástico: a Estratégia 6.25
A Mercadona concentra os seus esforços na redução e nos pilares da economia circular como principal estratégia. Para isso, além de reforçar os seus já consolidados sistemas de reutilização e reciclagem de embalagens comerciais, em 2020 lançou a chamada Estratégia 6.25, que possui seis acções para a redução do uso do plástico e gestão responsável dos seus resíduos para atingir um triplo objectivo até 2025: reduzir 25% do plástico nas embalagens; que todas as embalagens plásticas sejam recicláveis ??e reciclar todos os seus resíduos de plástico.

Com esse objectivo, a empresa já eliminou os sacos de plástico de uso único ??em todos as secções, bem como os descartáveis de ??plásticos, que substituiu por outras opções mais sustentáveis. Nos próximos cinco anos a empresa vai reduzir, com a colaboração dos seus fornecedores, o plástico nas embalagens de produtos de marca própria e vai disponibilizar informação aos “Chefes” (clientes) sobre reciclagem para promover e facilitar a separação dos resíduos tanto nas lojas como nas suas casas.

Essas medidas permitiram reciclar, em 2020, até 3.000 toneladas de plástico para a fabricação de sacos reutilizáveis ??ou obter uma poupança de mais de 180.000 toneladas de materiais descartáveis por ano. Assumem compromisso com o meio ambiente e com produção sustentável: 17 mil toneladas de produtos doados e certificados em sustentabilidade e bem-estar animal.

Dentro da estratégia de redução do desperdício, incluem-se também outras iniciativas, como a doação de produtos aptos para o consumo, o que permitiu à Mercadona, em 2020, colaborar com mais de 290 cantinas sociais e 60 bancos alimentares, aos quais foram doadas um total de 17.000 toneladas de produtos em Espanha e Portugal.

Paralelamente, a empresa continuou a reforçar os seus vínculos com a sociedade através de outros projectos que fomentam um modelo de produção e consumo más sustentável. Como o exemplo das políticas de bem-estar que impulsiona, assim como das distintas certificações com que conta, como no caso dos seus fornecedores de aquacultura ou os de agricultura.

A Mercadona, no âmbito do seu compromisso de partilhar com a sociedade parte do que dela recebe, integra o seu Plano de Responsabilidade Social no dia a dia da sua actividade, atendendo à componente social e ética através de diferentes linhas de acção sustentáveis ??que reforçam o seu compromisso para o crescimento compartilhado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho