Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Miguel Araújo e David Fonseca nas Antoninas de Vila Nova de Famalicão
Amares: criatividade dos alunos do 1º ciclo espelhada em calendário para 2020

Miguel Araújo e David Fonseca nas Antoninas de Vila Nova de Famalicão

Vila Verde: Bombeiros Voluntários ministram formação na área da protecção e combate incêndios

Vale do Ave

2019-05-21 às 09h12

Redacção

Antoninas de Famalicão animam a cidade de 7 a 13 de Junho. Evento abre com as marchas infantis.

Miguel Araújo e David Fonseca são as grandes atracções musicais das Festas Antoninas de Vila Nova de Famalicão, que decorrem de 7 a 13 de Junho, com cerca de meia centena de iniciativas e actividades, entre costumes seculares e novidades contemporâneas.
Em comunicado, a autarquia famalicense refere que “são sete dias intensos de festa abençoada pelo Santo António e marcada por inúmeras propostas culturais e desportivas que vão de encontro às várias gerações de famalicenses e aos muitos milhares de pessoas que visitam a cidade por esta altura”.

Os concertos de entrada livre são um dos atractivos mais fortes da programação: David Fonseca actua a 9 de Junho e Miguel Araújo a 11, na Praça D. Maria II. Porém, o que torna as Antoninas únicas e grandiosas é a forma genuína como que se revivem as tradições ancestrais e identitárias deste povo, com iniciativas como as marchas, a distribuição do pão, o desfile etnográfico, os arraiais, a sardinhada e os saltos às fogueiras, e outras.
As Marchas Antoninas que saem à rua, na noite do dia 12, são o momento mais emblemático das festas, numa saudável competição entre associações e freguesias do concelho, com a exaltação, orgulho e paixão de quem é famalicense. Este ano, há uma novidade a abrir o grandioso desfile com a exibição da marcha vencedora no cortejo das marchas infantis.

“É uma forma de envolvermos as novas gerações num dos eventos mais tradicionais das Antoninas, assegurando desde já a sua vitalidade e preservação”, afirma o edil, Paulo Cunha.
Na tarde do dia 13, a procissão em honra de Santo António percorre as principais ruas da cidade, num momento de grande religiosidade e emoção. Antes disso, pela manhã realiza-se na Capela a Missa e a distribuição do Pão, cumprindo-se uma tradição secular.
O desporto conquista cada vez um lugar de importância nas festas. Este ano, contam-se mais de uma dezena de actividades desportivas, com destaque o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado, para a Caminhada Camiliana e a Descida Mais Louca, entre outras.

Referência ainda para o folclore com o desfile etnográfico, os bombos com o Tocá Bombar, o Encontro dos Grupos de Cavaquinhos, e o desfile de fanfarras.
Aos mais pequenos cabe a honra de abrir as festividades, com toda a ternura e a criatividade das Marchas Infantis. Com os arquinhos empoleirados e as ancas a baloiçar, as crianças desfilam pela cidade, na sexta-feira, 7 de Junho. A partir daqui, é um desenrolar de actividades num cruzamento entre as tradições pagãs e religiosas, entre o popular e o erudito.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.