Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Misericórdia de Barcelos celebrou 522 anos
Mário Passos conhece cantos à Câmara

Misericórdia de Barcelos celebrou 522 anos

Médio Oriente é um território de oportunidades para empresas

Misericórdia de Barcelos celebrou 522 anos

Cávado

2021-09-26 às 09h00

Redacção Redacção

Eucaristia assinalou a passagem de mais um aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos. Momento de celebração evocou todo o serviço, em prol de quem mais precisa, ao longo de mais um ano de trabalho intenso.

“Nesta Casa, ao longo dos séculos, existiram, viveram, trabalharam muitos profetas [das Obras de Misericórdia], muitas pessoas misericordiosas, que souberam encarnar, na sua vida, a Misericórdia”. As palavras são de D. Nuno Almeida, bispo auxiliar de Braga, que presidiu, este sábado, à Eucaristia de Acção de Graças pelo aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos (SCMB).
O momento de celebração evocou todo o serviço, em prol de quem mais precisa, ao longo de mais um ano. Por isso, em dia de festa, D. Nuno Almeida felicitou e enalteceu o papel da Santa Casa de Barcelos: “Parabéns pela entrega, dedicação, principalmente nestes tempos de tanta incerteza, que temos estado a viver, nestes tempos de pandemia”.
Presente na cerimónia, Manuel de Lemos, Presidente da União das Misericórdias Portuguesas, destacou que “esta Misericórdia tem dado saltos qualitativos no sentido de melhor servir os utentes, que é a nossa razão de ser”. Num ano “marcado pela Covid- -19”, Manuel de Lemos sublinhou que “os nossos trabalhadores foram fantásticos, porque foram os grandes defensores das pessoas que têm a seu cargo”.
No final, também o provedor da SCMB, Nuno Reis, enalteceu “a abnegação e o sacrifício” dos colaboradores da instituição e salientou o “quão importante é o trabalho e o sentido de responsabilidade de cada um, no serviço a quem mais precisa”. Evocando os últimos “19 meses de luta”, o dirigente destacou o trabalho de quem esteve na linha da frente – como auxiliares, enfermeiros, colaboradores da logística e manutenção, assistentes espirituais, médicos, animadores, entre outros profissionais -, mas também o de todos os que lhes deram suporte.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho