Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Município de Vila Nova de Cerveira representado na 24ª Feira Internacional de Macau
Comissão aprova calendário de plano municipal contra incêndios

Município de Vila Nova de Cerveira representado na 24ª Feira Internacional de Macau

Casa da Juventude de Esposende mostra jovens artistas

Município de Vila Nova de Cerveira representado na 24ª Feira Internacional de Macau

Alto Minho

2019-10-17 às 21h21

Redacção Redacção

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, integra uma restrita comitiva do Norte de Portugal convidada a participar na Feira Internacional de Macau (MIF), que está a decorrer entre esta quinta-feira e sábado. Oportunidade é encarada como forma de estreitar relações entre Vila Nova de Cerveira e Macau, a nível económico e cultural, e de criar estratégias a partir das potencialidades destes dois territórios.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, integra uma restrita comitiva do Norte de Portugal convidada a participar na Feira Internacional de Macau (MIF), que está a decorrer entre esta quinta-feira e sábado. Oportunidade é encarada como forma de estreitar relações entre Vila Nova de Cerveira e Macau, a nível económico e cultural, e de criar estratégias a partir das potencialidades destes dois territórios.

Organizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau (IPIM), a Feira internacional de Macau, na sua 24ª edição, é já um dos mais relevantes eventos internacionais em Macau, tendo em conta o seu funcionamento enquanto plataforma de cooperação com o interior da China, nomeadamente a região do Delta do Rio das Pérolas, e promoção do comércio multilateral, com especial atenção para os Países de Língua Portuguesa (PLP).
A Associação dos Jovens Empresários Portugal China, grande promotora da participação portuguesa no certame, é novamente responsável pelo Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa, disponibilizando um local central, com dimensão e visibilidade acrescida, para expor os produtos e serviços das entidades e empresas dos referidos PLP.
A convite da Associação de Turismo e Negócios Portugal-China, o presidente do Município de Vila Nova de Cerveira e da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, Fernando Nogueira, numa delegação constituída também pelo presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, dão a conhecer as diversas potencialidades da Região Norte, no geral, e dos concelhos presentes, em particular, neste importante evento realizado em Macau, abrindo portas para o enorme mercado que é a China.
Relembrando que “a relação entre Portugal e Macau possui mais de 450 anos de uma história partilhada, um legado histórico de abertura ao mundo e a diferentes culturas que deve ser preservada e ampliada”, o edil cerveirense manifesta-se convicto de que “esta visita representa mais um passo na estratégia de promoção de Vila Nova de Cerveira além-fronteiras e na atração de potenciais investidores para o concelho”. “É uma grande honra para Vila Nova de Cerveira dar-se a conhecer na Feira Internacional de Macau, um mercado de grande importância mundial e com oportunidades de criação de sinergias a nível económico e cultural”, afirmou Fernando Nogueira.
Além da presença na Feira Internacional de Macau, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai ainda visitar o Governo da Região Administrativa Especial de Macau e ter a possibilidade de reunir com a Direção dos Serviços de Turismo de Macau, o Conselho das Comunidades Portuguesas, Gabinete de Apoio ao Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau.
Desde a primeira edição da Feira Internacional de Macau, em 1996, o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau tem-se empenhado em convidar os Países de Língua Portuguesa para participar neste evento. Em resposta ao convite, os Países Lusófonos têm atribuído grande apoio e o número de empresas lusófonas participantes tem vindo a aumentar de ano para ano.
Macau é hoje um dos destinos com maior crescimento turístico e económico em todo o Mundo. Em 2016, Macau recebeu perto de 31 milhões de visitantes, 15624 dos quais de Portugal, o que representa um aumento de 3% de visitantes portugueses em relação a 2015. A estratégia promocional de Macau assenta na divulgação do seu património histórico e no desenvolvimento da indústria do lazer e do turismo de negócios.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.