Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Municípios do Cávado sinalizam caminhos originais até São Bento da Porta Aberta
Gui Gomes quarto em Arões após sofrer fractura no pé direito

Municípios do Cávado sinalizam caminhos originais até São Bento da Porta Aberta

felizMENTElar: residência sénior abre a 19 de Setembro em Gualtar

Municípios do Cávado sinalizam caminhos originais até São Bento da Porta Aberta

Cávado

2020-06-21 às 10h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

O projecto é intermunicipal e une os municípios do Cávado à Irmandade de São Bento da Porta Aberta. Liderado pela CIM do Cávado e apoiado por fundos comunitários, o projecto visa colocar uma nova sinalética nos trilhos antigos rumo ao santuário.

Citação

São três os Caminhos originais rumo ao Santuário de São Bento da Porta Aberta que estão, neste momento, a ser sinalizados pelos seis municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado). Os itinerários acompanham praticamente sempre o curso do rio Cávado, numa extensão total de 70 Km, que pode ser percorrida de Esposende até Terras de Bouro.
O projecto, que se espera que esteja concluído até final do mês, uniu os seis municípios e Irmandade de São Bento da Porta Aberta, com o apadrinhamento do arcebispo primaz D. Jorge Ortiga, no desejo comum de “aumentar a segurança” dos peregrinos, resulta também como “promoção dos traçados que ancestralmente eram mais utilizados nessas peregrinações”, explicou ao ‘Correio do Minho, Luís Macedo, primeiro secretário da CIM Cávado, indicando que o projecto de sinalização destes percursos mais antigos foi financiado com 80 mil euros pelo programa comunitário Interreg - POCTEP.
Há muito que se sentia esta necessidade de “retirar” os peregrinos da estrada, sobretudo por uma “questão de segurança”. Luís Macedo indica que a comunidade intermunicipal foi até impelida a ter que criar um grupo de apoio voluntário aos peregrinos, precisamente para evitar ‘males maiores’ como acidentes rodoviários e apoiar os caminhantes. A este nível, assinala-se também o apoio da GNR, que “tem feito um trabalho notável, com equipas especiais da Póvoa de Lanhoso”, nomeadamente num dos pontos mais ‘críticos’, na zona de Bouro Santa Marta e Santa Maria (onde se localiza o Santuário de Nossa Senhora da Abadia). “A nossa recomendação é sempre no sentido de que os peregrinos prossigam pelo caminho fora da estrada”, afirmou.
O projecto implica que os municípios estejam agora a assinalar estes itinerários originais ao longo do Cávado com “uma sinalética mais apelativa e informativa e com painéis interpretativos para os peregrinos, dando conta do património cultural e religioso que vão atravessando, criada pela mão do designer Francisco Providência”.
Refira-se, aliás, que a própria CIM Cávado já tem estudos científicos realizados precisamente sobre ‘Os Caminhos do Cávado’, com todas as rotas e caminhos de peregrinação devidamente assinalados, tal como acontece neste caso com os Caminhos até São Bento da Porta Aberta - os quais estão também incluídos num projecto maior, designado ‘As Grandes Rotas do Minho’, no âmbito do ‘Minho Inovação’ e que conduz os peregrinos a ‘S. Bentinho’ de vários pontos da região, com percursos a partir do Alto Minho e do Ave.
Miguel Bandeira, vereador do Urbanismo e Património do Município de Braga e especialista da área, destaca a relevância doeste projecto, até porque as peregrinações a S. Bento são frequentes e ao longo de todo o ano. “Para a Câmara Municipal de Braga estes ‘itinerários culturais’ são muito importantes do ponto de vista da nossa estratégia para o desenvolvimento do concelho, até porque temos vários projectos em curso relacionados com dinâmica itinerária do património”, sustenta.
Miguel Bandeira realça a dimensão da “autenticidade do património” que o projecto encerra por via da valorização desse mesmo património. No concelho de Braga, por exemplo, estes itinerários passam pelo Mosteiro de Tibães e pela Sé Catedral.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho