Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Município de Esposende avança com reconstrução da Ponte do Sebastião
Circo Social muda vida de adolescentes

Município de Esposende avança com reconstrução da Ponte do Sebastião

UMinho estuda relação entre escrita e sofrimento em estudantes universitários

Município de Esposende avança com reconstrução da Ponte do Sebastião

Cávado

2020-09-16 às 23h23

Redacção Redacção

A última situação registada ocorreu em 22 de dezembro de 2019, quando a ponte sofreu uma derrocada em grande parte da sua extensão, motivada pelas fortes chuvadas e pelo consequente arrastamento de troncos de árvores que promoveram a queda do tabuleiro e de parte dos elementos dos pilares.

O Município de Esposende vai avançar com a obra de reconstrução da denominada Ponte do Sebastião que liga Antas, em Esposende, a Castelo do Neiva, já no concelho de Viana do Castelo. De resto, a obra, estimada em 102.090,00 euros, será suportada, em partes iguais, pelos dois municípios. O Município de Esposende assume a responsabilidade da obra e o investimento total, sendo posteriormente ressarcido pelo Município de Viana do Castelo.
A ponte foi construída em 1930 por ordem de um particular, à data o proprietário da
azenha e do pesqueiro existente no local. Ao longo do tempo, a ponte sofreu a queda de diversas pedras que compõem o seu tabuleiro, resultado do embate das árvores caídas ao rio em dias de tempestade.
A última situação registada ocorreu em 22 de dezembro de 2019, quando a ponte sofreu uma derrocada em grande parte da sua extensão, motivada pelas fortes chuvadas e pelo consequente arrastamento de troncos de árvores que promoveram a queda do tabuleiro e de parte dos elementos dos pilares.
Com a empreitada prevista, serão repostos todos os elementos caídos, usando a tecnologia construtiva usada à data da sua construção original e em período seco.
Será mantida toda a sua forma inicial, distâncias entre elementos e aspeto geral.
Os pilares são compostos por três secções em alvenaria de granito. Apenas dois dos 14 pilares são formados unicamente por dois elementos.
O Município de Esposende tem em curso um plano mais vasto que compreende a requalificação das diversas pontes existentes no concelho e projeta a construção de novas travessias já anunciadas.
Na estratégia de unidade territorial, a construção ou reparação de pontes afigura-se primordial, para facilitar a circulação e aproximar as populações e para tornar acessíveis territórios que evidenciem a forte vertente turística do concelho. De resto, esta travessia pedonal adquire manifesta importância e relevo, no que ao caminho da costa para Santiago de Compostela diz respeito.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho