Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Museu dos Biscainhos ganha ala nascente
‘Contornos da Palavra’ celebram a Liberdade

Museu dos Biscainhos ganha ala nascente

Mais de 50% dos alojamentos da Freguesia de Sopo dotados com saneamento básico

Museu dos Biscainhos ganha ala nascente

Braga

2021-03-01 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Quando reabrir para visitas, o Museu dos Biscainhos será maior. A ala nascente do Palácio passa a integrar o circuito museológico, uma aspiração de anos da direcção prestes a concretizar-se.

A ala nascente do Palácio dos Biscainhos vai ser integrada no circuito do Museu do mesmo nome, logo que sejam autorizadas as visitas, actualmente suspensas pelo confinamento imposto para controlo da pandemia de Covid-19.
A directora do Museu dos Biscainhos, Isabel Silva, revelou ao Correio do Minho que está já acordada a saída da ala nascente da Associação dos Motoristas Aposentados dos Transportes Urbanos de Braga (ASMOTAP), com sede ali instalada desde 2012.
A direcção do Museu tutelado pela Direcção Regional de Cultura do Norte há vários anos que vem reivindicando a integração da ala nascente no circuito de visita, considerando que deve ser essa a vocação de todo o espaço criado no século XVII?como residência senhorial e que funciona como Museu público desde 1978.

A exposição permanente do Museu dos Biscainhos é constituída fundamentalmente por colecções de artes decorativas, nomeadamente mobiliário, ourivesaria, cerâmica, vidros e têxteis, para além de instrumentos musicais, meios de transporte, gravura, escultura, talha, azulejaria e pintura, património de uma vivência aristrocrático entre o século XVII e o primeiro quartel do século XIX.

Logo que a reabertura dos museus seja possível, o circuito de visita dos Biscainhos será acrescentado com um conjunto de novas salas ricamente decoradas com telas. Motivo de interesse para os visitantes será também a balaustrada da escadaria da ala nascente, cuja autoria é atribuível ao mestre André Soares.
Quase 43 anos após a abertura, ao público, o Museu dos Biscainhos passará em breve a proporcionar visitas à totalidade do Palácio que originalmente foi casa dos Condes de Bertiandos.
A ala nascente beneficiará também das obras de requalificação do Museu, recentemente aprovadas, no valor superior a 700 mil euros.

Requalificação do jardim barroco com projecto para financiamento

A direcção do Museu dos Biscainhos tem já em sua posse o projecto de requalificação do jardim histórico que integra o circuito de visitas. A empreitada está orçada em cerca de 100 mil euros e constitui uma das prioridades de candidatura a financiamento de fundos comunitários.
A directora Isabel Silva revela “muita confiança” no sucesso de uma próxima candidatura do projecto desenhado pelo arquitecto paisagista Manuel Sousa, que prevê a melhoria do sistema de rega do jardim barroco, de caracterísiticas únicas em Portugal, bem como a instalação de iluminação que permita a realização de eventos e visitas em período nocturno,

Está projectada também a qualificação do coberto vegetal do espaço que faz parte do roteiro de visita do Museu dos Biscainhos.
A árvore mais notável do jardim é um tulipeiro da Virgínia: ‘Liriodendron Tulipifera L.’, plantado no século XVIII, com 27,4 metros de altura, e classificado como de interesse público em 2010.
“Tenho esperança de que o projecto de requalificação do jardim venha a ser aprovado em breve”, adiantou a directora do Museu dos Biscainhos, lembrando que este espaço verde, pela sua riqueza e localização, “é uma mais-valia para a cidade de Braga”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho