Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Museu Virtual da Memória Marítimo no navio Gil Eannes
SC Braga: Depois do calvário é hora de voltar às lides europeias

Museu Virtual da Memória Marítimo no navio Gil Eannes

Taxa Turística entra em vigor a 1 de Março

Museu Virtual da Memória Marítimo no navio Gil Eannes

Alto Minho

2020-01-17 às 06h00

Redacção Redacção

Museu vai ser instalado no Centro de Mar, valência do navio hospital que está a sofrer obras para acolher a nova infraestrutura que deverá ser inaugurada em Março.

O Centro de Mar, valência instalada a bordo do navio hospital Gil Eannes, está a sofrer uma empreitada de refuncionalização para acolher o novo Museu Virtual da Memória Marítima, uma infraestrutura para a promoção da Ciência e do Conhecimento do Mar de Viana, inscrita na Agenda de Ciência e de Conhecimento do município (quadriénio 2017-2021).
A obra, que iniciou esta semana, vai permitir a criação do museu, que irá dispor de um Centro de Documentação do Mar, onde será possível consultar de forma interactiva e desmaterializada o acervo documental disponível, entre livros, revistas, monografias e periódicos sobre a temática do mar, mantendo-se a possibilidade da consulta material e requisição de alguns dos bens. Terá ainda uma segunda valência, também digitalizada, que constitui o Centro do Património Imaterial do Mar de Viana, onde será possível aceder a conteúdo audiovisual proveniente da recolha de testemunhos da vida pessoal e de trabalho dos homens e mulheres que se fizeram valer no nosso mar.

A obra em curso está prevista para terminar a 25 de Janeiro, dia em que se prevê a reabertura daquele equipamento. Esta obra acrescentará ao Centro de Mar um espaço para promoção do serviço educativo no Centro de Mar.
A inauguração do novo Museu Virtual da Memória Marítima está prevista para o próximo mês de Março.
Recorde-se que o Centro de Mar, a funcionar no navio Gil Eannes, inaugurou no dia 16 de Novembro 2014 (Dia Nacional do Mar). A abertura decorreu depois de ter sido reabilitado e reconvertido um espaço do navio Gil Eannes para ali abrir a “porta de entrada” do Centro de Mar de Viana do Castelo, tendo implicado um conjunto de adaptações do navio para as novas funções complementares às que já aí funcionavam.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.