Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Noite Europeia dos Investigadores com mais de 200 atividades
Póvoa de Lanhoso tem a dívida mais baixa dos últimos 10 anos

Noite Europeia dos Investigadores com mais de 200 atividades

Município de Fafe expande rede de distribuição de água

Noite Europeia dos Investigadores com mais de 200 atividades

Braga

2020-11-23 às 21h21

Redacção Redacção

Instituições públicas de Lisboa, Braga, Évora e Coimbra trazem a “maior festa da ciência” do país em formato misto

A “Noite Europeia dos Investigadores” (NEI) é assinada a 27 de novembro, tendo o consórcio português “SCINAT - Ciência e Natureza” mais de 200 atividades online e ações presenciais em Braga, Coimbra, Lisboa e Évora, envolvendo 1750 investigadores. A iniciativa inicia às 14h30, emnoitedosinvestigadores.org.

Em Braga, a Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM) apresenta das 15h00 às 22h00 um conjunto de exposições na Galeria do Paço. Às 17h00, o reitor Rui Vieira de Castro e a presidente da ECUM, Manuela Côrte-Real visitam as exposições, que vão ficar patentes até 31 de dezembro. Miúdos e graúdos podem descobrir de forma dinâmica e criativa as partículas elementares do universo, a química a resolver a poluição, a beleza dos líquenes, a replicação artística de insetos e peixes, as estruturas irregulares da natureza, as cores que vêm das plantas ou novos ângulos de objetos quotidianos.

Em Lisboa, a partir do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, são gravadas e simuladas atividades de investigadores responsáveis por projetos nacionais e europeus associados à conservação do património natural e cultural, à participação pública em desafios ambientais e transição sustentável e, também, à pandemia. Por seu turno, a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE) realiza três receitas rápidas em show-cooking, estudando a dieta mediterrânica. Os cidadãos podem interagir online com os investigadores durante as transmissões.

Em Évora, ouve-se de início uma atuação de cante alentejano (faz seis anos como Património Cultural Imaterial da Humanidade) e, depois, a ciência dos sinos em igrejas da cidade. Há igualmente conversas com investigadores e projetos ligados a arqueologia, desporto, história da ciência, geofísica, meteorologia, neurociência e património. Em Coimbra, prevê-se uma sessão presencial sobre pragas e doenças das plantas e, à noite, a observação do céu estrelado. A par disso, propõe-se duas dezenas de atividades online para viajar das astropartículas à célula, cruzando o cérebro, biobancos, epidemias, impactos mentais e outros desafios societais.

O consórcio “SCINAT - Ciência e Natureza” envolve as universidades de Lisboa (coordenação), Évora, Minho, Nova de Lisboa e Coimbra, o Instituto Universitário de Lisboa, a ESHTE e o Município de Lisboa. O programa geral visa aproximar a ciência e os investigadores aos cidadãos, sendo financiado pela Comissão Europeia, através do Horizonte 2020 - Ações Marie Curie. A “maior festa da ciência do país e da Europa” quer mostrar o melhor da investigação, incluindo a participação portuguesa em projetos internacionais, o património cultural e natural e os avanços na saúde, abordando a covid-19. Em 2019, a NEI atraiu 1.6 milhões de visitantes em 400 cidades da Europa e de países associados.

Palestras em Vila Verde

Entretanto, a ECUM participa esta semana na 2ª Feira de Ciência & Tecnologia de Vila Verde, promovida online pela Casa do Conhecimento e pelos Centros de Ciência Viva locais. Esta terça-feira, às 14h30, Daniela Correia e Pedro Costa, do Departamento de Física, falam de necessidades energéticas e problemas ambientais. Na quarta-feira, à mesma hora, Sameiro Gonçalves, do Departamento de Química, viaja pelo mundo dos perfumes. Na sexta-feira, às 10h00, Isabel Mina, do Departamento de Biologia e da rede STOL, revela “coberturas verdes que podem dar que falar”. Já Teresa Vilaça, do Instituto de Educação da UMinho, explora às 14h30 a educação em ciências baseada em investigação.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho