Correio do Minho

Braga,

- +
Nova série de ficção da RTP1 foi gravada em Braga, Arcos de Valdevez e Lago
Guimarães implementa novo projeto social através do programa Bairros Saudáveis

Nova série de ficção da RTP1 foi gravada em Braga, Arcos de Valdevez e Lago

Cultura volta a sofrer com cancelamento de espectáculos em Ponte de Lima

Nova série de ficção da RTP1 foi gravada em Braga, Arcos de Valdevez e Lago

Braga

2021-04-20 às 06h00

Miguel Machado Miguel Machado

Já em exibição na televisão pública, a série portuguesa ‘Vento Norte’ conta a história de uma família aristocrata do Minho, no início do século XX. Parte dos actores do elenco são de Braga. Ao todo, são 10 episódios de um romance rico em intriga e drama.

Um romance histórico, que remonta aos anos 20 em Portugal “onde os segredos e as tramas políticas se misturam com amores impossíveis” à beira da Ditadura — a série televisiva ‘Vento Norte’ promete seduzir e prender a atenção dos portugueses ao longo dos 10 episódios que constituiem a obra. A nova aposta de ficção nacional promovida pela RTP1 teve como cenário principal a região minhota, tendo sido gravada na cidade de Braga, no concelho de Arcos de Valdevez e também na freguesia de Lago, Amares.
Esta série de época, que tem como ponto de partida a preparação da revolução de 28 de Maio de 1926, já está a passar em horário nobre na televisão pública (RTP1): às 21 horas, todas as quartas-feiras.
Já em exibição desde a semana passada, ontem alguns privilegiado tiveram oportunidade de ver o 2.º episódio da série durante a apresentação da produção, que decorreu na sala de espectáculos Theatro Circo, onde marcaram presença os autores da série, parte do elenco de actores, e naturalmente com participação limitada devido à pandemia estiveram também presentes alguns convidados da sociedade minhota, entre eles os autarcas anfitriões das localidades que serviram de cenário para as filma- gens.
Satisfeito pela obra produzida, Almeno Gonçalves, que é também um dos actores principais, agradeceu às autarquias de Braga e de Arcos de Valdevez, também à junta de freguesia amarense de Lago “o apoio dado ao projecto, que ajuda a criar património audiovisual da história de Portugal” e “sem a qual seria impossível” fazer uma produção desta natureza”, referiu.
Por sua vez, José Fragoso, director de programas da RTP1, destacou o facto da RTP “ser o único canal em Portugal que faz ficção histórica”, contribuindo para um trabalho importante de “reconstituição e registo audiovisual para memória futura” de momentos importantes da vida e história do nosso país.
Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, esta série televisiva com rodagem no centro histórico vem contribuir para uma maior projecção do nome da cidade e agradeceu a “confiança que produção depositou em Braga” e que possa no futuro dar seguimento a este tipo de realizações. “Foi um evento com grande impacto na nossa cidade, e que proporcionou contacto de proximidade dos bracarenses com ato- res que admiram há muitos anos. E muitos contribuiram até como figurantes. Como bracarenses ficamos muito satisfeitos por vermos a nossa cidade associada a um projecto de tanta qualidade, e a produção pode contar sempre com a nossa cidade na colaboração destes projectos”, referiu o autarca, prometendo ser um espectador fiel durante a série.
Da parte da autarquia arcuense, que também serviu de cenário para vários momentos intensos da história, o presidente João Manuel Esteves agradeceu também a confiança dos responsáveis pela produção, mostrou-se convicto do “êxito” da série televisiva, e elogiou a RTP por este “serviço público” que também ajuda a dar “notoriedade” ao concelho como Arcos de Valdevez “onde Portugal se fez”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho