Correio do Minho

Braga,

- +
Novo prémio da DST tem 25 candidatos
Fafe: Município já atribuiu 1,4 milhões de euros a alunos do ensino superior

Novo prémio da DST tem 25 candidatos

Cabeceiras de Basto: Estação Náutica promove aspectos turísticos do concelho a partir de 2021

Novo prémio da DST tem 25 candidatos

Braga

2020-04-09 às 08h03

Redacção Redacção

Prémio ‘Arte em Espaço Público & Sustentabilidade’, promovido pela zet gallery e pelo dstgroup, com o o apoio do IB-S da UMinho, conta com 25 propostas oriundas de diferentes pontos do mundo.

São 25 as propostas artísticas de intervenção em espaço público que concorrem à 1.ª edição do Prémio ‘Arte em espaço público % sustentabilidade’, uma iniciativa promovida pela zet gallery e pelo dstgroup, com o o apoio do Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-Sustentabilidade (IB--S) da Universidade do Minho.
Encerrado o período de candidaturas, registou-se “um notável registo de participações nacionais e internacionais”, refere a dst, em comunicado.

No total, esta iniciativa pioneira em Portugal conta com 25 propostas artísticas de intervenção em espaço público, entre as quais se encontram artistas portugueses e de nacionalidades ou locais de residência que vão do Brasil ao Chile, passando pelo Reino Unido, Alemanha, Itália ou Espanha.

“Ficamos bastante animados, não só com o número de candidaturas, mas com a diversidade dos projectos apresentados e da abrangência geográfica e etária dos candidatos” revela Helena Mendes Pereira. A directora da zet gallery destaca a qualidade dos projectos apresentados, que materializam o desafio de criar uma obra de Arte para espaço público a partir de resíduos industriais ou provenientes da construção e demolição de edifícios.
O júri, que combina diferentes áreas do saber e sensibilidades e estabelece um cruzamento com outros projectos culturais promovidos pelo dstgroup, irá agora deliberar, estando previsto o anúncio dos três projectos que passam à próxima fase para o dia 18 de Maio de 2020.  

Lídia Jorge, vencedora do Grande Prémio de Literatura dst 2019, João Castro Silva, professor na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, André Rangel, docente na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Porto, Tiago Miranda, do IB-S (UMinho) e Ricardo Portela, administrador da bysteel fs, empresa do dstgroup, são os elementos que constituem o júri desta edição.
A 21 de Julho será revelado o vencedor do prémio e, no dia 3 de Outubro, será inaugurada a obra de arte já no destino final.
O projecto vencedor, além de ver a sua obra produzida e implementada na cidade de Braga, recebe ainda um prémio no valor de 7.500 euros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho