Correio do Minho

Braga,

- +
Pablo fica um ano na Turquia, Alef e Diogo Viana saem em definitivo
Agrupamento n.º 430 Maximinos : Escutismo “é uma escola para a vida”

Pablo fica um ano na Turquia, Alef e Diogo Viana saem em definitivo

Estudantes da UMinho ‘convidados’ a dar apoio ao estudo a alunos do ensino básico

Pablo fica um ano na Turquia, Alef e Diogo Viana saem em definitivo

Desporto

2020-08-15 às 17h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Guerreiros do Minho começam a arrumar a casa e já encontraram solução para trio. Empréstimo do defesa-central pode render dois milhões, a juntar aos 300 mil que entram já na conta. Diogo Viana rescindiu contrato e Alef saiu em definitivo e ruma à Hungria.

Continua em marcha a resolução do futuro dos atletas com quem Carlos Carvalhal não vai contar na próxima época.
Dessa forma, o clube anunciou já as saídas de Pablo Santos e Diogo Viana, ambos por razões diferentes e em modalidades, também elas, distintas. Mas já lá vamos. Antes, porém, importa referir que Alef, médio brasileiro de 25 anos, que o SC Braga contratou ao Ponte Preta em 2015 por 750 mil euros, chegou a acordo com o clube para a rescisão do contrato de trabalho que expirava em 2021. O jogador vai agora rumar aos húngaros do MOL Fehérvár, com o SC Braga a salvaguardar 20% de uma futura transferência.
Na última temporada o atleta esteve emprestado aos cipriotas do APOEL, que pagaram aos arsenalistas 250 mil euros pelo período de cedência, optando por não exercer, contudo, a cláusula de compra no final desse período, no valor de 1,5 milhões de euros.
Já Pablo Santos, que alinhou na segunda metade de 19/20 por empréstimo nos russos do Rubin Kazan, voltará a ser cedido, desta vez aos turcos do Hatayspor, com o emblema recém-promovido à I Divisão daquele país a desembolsar cerca de 300 mil euros. No final do empréstimo de um ano, o Hatayspor pode adquirir Pablo a título definitivo mediante o pagamento de 2,2 milhões de euros, conforme ficou estabelecido no acordo de cedência entre os dois clubes.
Por fim, nota para Diogo Viana, que não foi opção regular na última época e, face às propostas que tem em carteira, maioritariamente do estrangeiro, acordou com o SC Braga a rescisão do vínculo contratual, que também expirava daqui por um ano.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho