Correio do Minho

Braga,

- +
Parceria entre dst e Norman Foster promete transformar a construção em Portugal
Guimarães: Acidente de autocarro provoca três mortos

Parceria entre dst e Norman Foster promete transformar a construção em Portugal

Póvoa de Lanhoso: Novo comando dos bombeiros apresentado

Parceria entre dst e Norman Foster promete transformar a construção em Portugal

Economia

2022-04-26 às 06h00

Redacção Redacção

União visa a criação de um ‘living lab’ para investigação e testagem de soluções à escala real e pretende transformar a construção modular no nosso país. Consórcio pretende promover um pensamento e investigação interdisciplinares.

Citação

A Fundação Norman Foster e o dstgroup firmaram recentemente um acordo de parceria que irá transformar a construção em Portugal, através da criação de um laboratório vivo que irá desenvolver e promover soluções no campo da construção modular e pré-fabricação, de modo a responder de forma eficiente às necessidades crescentes do mercado mundial.
O propósito deste consórcio passa por promover um pensamento e investigação interdisciplinares, focado na melhoria contínua das soluções e na capacidade de antecipar o futuro, colocando a arquitectura, o design, a tecnologia e as artes ao serviço da sociedade.

“Esta mudança de paradigma não pode ser alcançável apenas com uma resposta isolada do dstgroup, requer a promoção de um novo alinhamento estratégico para a indústria da construção. Irá exigir a criação de um novo cluster - pré-fabricação/construção modular, que se destaque como uma resposta do país. O objectivo é posicionar Portugal como um fornecedor mundial de referência deste novo conceito de construção”, avança José Teixeira, presidente do dstgroup.
Nesta estratégia, a equipa da Fundação Norman Foster, liderada pelo próprio Lord Norman Foster, assumirá a posição de consultor de investigação e líder de design, trabalhando com outras entidades, numa equipa multidisciplinar, que desenvolverá o design conceptual dos sistemas de construção e de soluções modulares e de pré-fabricação.

Para a concretização deste desafio, o dstgroup desenvolverá no seu campus, em Braga, um empreendimento, designado’ Living Lab’, com cerca de quatro mil metros quadrados e aproximadamente 100 unidades modulares habitáveis que responderão a diferentes programas funcionais, designadamente: residências para estudantes; habitações;
hotelaria; residências hospitalares; e residências seniores.

O Living Lab será um laboratório de I&D para soluções de construção modular, que pretende satisfazer as necessidades nacionais e internacionais de uma construção sustentável. Neste centro de pesquisa à escala real, o dstgroup está determinado em encontrar as respostas aos desafios colocados pela construção modular.
Para o dstgroup, trata-se de um exercício de extrema relevância do ponto de vista da sustentabilidade, visto que privilegiará um design baseado nos princípios do eco-design com recurso a materiais ecológicos (reciclados e recicláveis) e soluções construtivas que visem o ciclo de vida do edifício e da sua construção, incluindo estratégias relativas às fases de desmantelamento em fim de vida.

Promoverá também soluções técnicas e tecnológicas como resposta às boas práticas de economia circular e redução da pegada ecológica, libertando as cidades do seu estado de ‘estaleiro’ pela redução dos trabalhos 'in-situ' e condensação dos prazos da construção, já que se sustenta na transferência de uma percentagem do tempo de construção para o ambiente controlado de fábrica, com benefícios inerentes na minimização dos desperdícios e no aumento do controlo e qualidade do produto.

“Chamar a atenção mudando o paradigma”

Para o dstgroup, esta é uma forma de chamar a atenção do sector, procurando mudar o paradigma da construção em Portugal.
“Queremos chamar a atenção do sector e mobilizá-lo no sentido de mudança de paradigma no contexto da construção em Portugal, com a captação de investimento e de parceiros de peso”, reforça José Teixeira.
Quando concluído, o Living Lab assumirá duas funções primordiais: ser uma montra viva das soluções desenvolvidas e dos resultados alcançados e um espaço para ser vivido e habitado pelos trabalhadores deslocados, designadamente refugiados e imigrantes, que o dstgroup tem vindo a integrar nos seus quadros.

Recorde-se que o dstgroup é um grupo empresarial bracarense, que desenvolve a sua actividade nas áreas da Engenharia & Construção, Ambiente, Energias Renováveis, Telecomunicações, Real Estate e Ventures, operando internacionalmente em diversas geografias com destaque para França, Reino Unido, Holanda, Mónaco e Angola. É um mecenas cultural por excelência, sendo o apoio à Cultura e à Arte parte indissociável do seu código genético, refletindo-se de forma mais visível na sua assinatura de marca building culture.
A Fundação Norman Foster (NFF) está sediada em Madrid e atua a um nível global. Está estruturada em três Unidades diferenciadas que se interligam em cada projecto empreendido pela Fundação. A Unidade de Arquivo e Biblioteca fornece uma janela para a narrativa e história mais ampla do nosso ambiente construído.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho