Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Parque Industrial de Formariz vai sofrer obras de alargamento
Rede de Bibliotecas Escolares de Braga assume Centurium como recurso

Parque Industrial de Formariz vai sofrer obras de alargamento

Presidente da Câmara apadrinhou nova ambulância da CVP do Arco de Baúlhe

Parque Industrial de Formariz vai sofrer obras de alargamento

Alto Minho

2020-01-15 às 06h00

Redacção Redacção

Trabalhos estão avaliados em cerca de 2,5 milhões de euros e ‘espelham’ interesse das empresas pelo parque industrial, devido à construção do novo acesso à auto-estrada A3. Troço de ligação deve começar a ser contruído no primeiro trimestre deste ano.

Dois milhões e 500 mil euros é quanto o município de Paredes de Coura vai investir no alargamento do Parque Industrial de Formariz.
Os trabalhos revelam o interesse de novas empresas se instalarem naquele espaço, devido à construção do novo acesso à auto-estrada A3.

“A nova ligação da A3 ao parque industrial de Formariz é que tornou possível a captação de novas empresas que permitirão a diversificação das actividades industriais, para além dos sectores automóvel e do calçado, e o começo da criação de emprego ligado à investigação, ao conhecimento e à tecnologia”, afirmou o presidente da Câmara de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira.
Em causa está a criação de um acesso rodoviário, reclamado há duas décadas, com cerca de 8,8 quilómetros, para ligar o parque empresarial de Formariz, em Paredes de Coura, à A3, (nó de Sapardos - Vila Nova de Cerveira).
O novo acesso representa “um investimento de 9,5 milhões de euros, 85 por cento suportado pelo orçamento da Infraestruturas de Portugal e os restantes 15 por cento pelo município, que assumirá os cerca de 800 mil euros para as expropriações”.

As obras de construção do acesso devem ter início no segundo trimestre deste ano, sendo que o ministro do Ambiente, Matos Fernandes , já classificou a empreitada de “relevante interesse público.”
O vice-presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura, Tiago Cunha, explicou que o investimento na expansão e requalificação do parque empresarial de Formariz, que vai crescer 7,5 hectares. A candidatura a fundos comunitários foi apresentada no fim do mês de Dezembro, sendo expectável que a aprovação possa ser feita até ao fim deste mês. Tiago Cunha adiantou aquele parque empresarial “tem, actualmente, uma área de 24,8 hectares e que, com a expansão prevista, atingirá os 32,8 hectares. A intervenção candidatada prevê a criação de 65 novos lotes, sendo que 62 serão destinados a ocupação industrial e três a espaços verdes e equipamentos.”
O Parque Industrial de Formariz acolhe empresas internacionais das áreas do calçado, automóvel e transportes, entre outros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.