Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
“Património paisagístico e cultural faz de Braga uma cidade diferenciadora”
Mulheres estão em maioria na prestação de cuidados de saúde

“Património paisagístico e cultural faz de Braga uma cidade diferenciadora”

Desnivelamento na rotunda de Silvares abre terça-feira

“Património paisagístico e cultural  faz de Braga uma cidade diferenciadora”

Braga

2021-01-23 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

A riqueza patrimonial que ostenta, desde o romano ao barroco, e a sua centralidade geográfica fazem de Braga, segundo a directora da Biblioteca Lúcio?Craveiro da Silva, uma potencial candidata a Melhor Destino Europeu de 2021.

Braga está nomeada para Melhor Destino Europeu 2021 e a directora da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva diz que cidade, quer pelo seu posicionamento no território (não só no Minho, mas também pela sua proximidade ao litoral, ao Grande Porto, sem esquecer a Galiza) quer pela sua herança histórica em termos patrimoniais “tem grandes possibilidades de ser eleita pelos europeus”.
Aida Alves afirma que o património paisagístico, arquitectónica e religioso fazem de Braga uma “cidade única e diferenciadora”.

“Além dos vestígios romanos que de alguma forma consegue apresentar, tem também património reconhecido da Unesco, monumentos representativos do Barroco, sem esquecer o turismo religioso que é também uma das grandes cartas que tem para dar”, defende a directora.
Aida Alves sublinha que Braga tem roteiros de visita que tem e continuará a atrair muitos turistas, apontando não exemplo só os exemplos emblemáticos do Bom Jesus e da Sé de Braga, mas também os vestígios romanos (como a Fonte do Ídolo, as Termas da Cividade e das Carvalheiras e mais recentemente S. Martinho de Dume), sem esquecer ainda o Mosteiro de Tibães que é também, segundo a responsável, passagem obrigatória para quem visita a cidade.

À história e à cultura aliam-se “as boas acessibilidades e vizinhanças geográficas” que “por si só são também motivos de atracção e de convite à visita”.
Sem falta de argumentos para uma visita, a directora da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva diz que Braga tem de garantir estadias mais longas. “Por vezes o visitante pernoita uma, duas vezes e acaba por ir para outros locais. A ideia era conseguirmos alguma fidelização para que permanecem e façam roteiros com mais dias, potenciando um conjunto de ofertas”.
Aida Alves confia na eleição da cidade como Melhor Destino Europeu, considerando que a distinção permitiria dar sequência ao crescimento “intenso” de visitantes.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho