Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Paula Ramos Nogueira é a nova conselheira local para a Igualdade
Comunidade Intermunicipal do Cávado procedeu à Instalação da Comissão Sub-Regional de Gestão Integrada de Fogos Rurais do Cávado

Paula Ramos Nogueira é a nova conselheira local para a Igualdade

Quinta Pedagógica e BUILD concorrem a prémio internacional

Paula Ramos Nogueira é a nova conselheira local para a Igualdade

Vale do Ave

2021-12-06 às 15h15

Redacção Redacção

Nomeação aprovada por unanimidade na última reunião de executivo municipal.

Citação

Na última reunião da Câmara o Executivo aprovou, por unanimidade, a proposta do Presidente de nomeação da Vereadora Paula Ramos Nogueira como Conselheira Local para a Igualdade.

Perante o grande desafio que se coloca ao nível local no plano da integração da perspetiva de género em todos os domínios da ação política, procurando cidades e territórios mais inclusivos e igualitários, a figura da Conselheira Local para a Igualdade enquadra-se numa integração progressiva da dimensão de género nas politicas e ações desenvolvidas e promovidas pelas autarquias locais.

Os conselheiros(as) são nomeados por despacho do presidente da câmara municipal, de entre pessoas com perfil adequado, bem como conhecimento e experiência da realidade local e nas matérias de igualdade e combate à discriminação.


Cabe às conselheiras e aos conselheiros locais para a igualdade:
a) Acompanhar e dinamizar a execução das medidas de política local na perspectiva de género;
b) Acompanhar e dinamizar a implementação das medidas previstas nas estratégias locais de promoção da igualdade, nomeadamente o Plano Municipal para a Igualdade, e de prevenção da violência doméstica e outras formas de discriminação;
c) Pronunciar-se, quando consultados, relativamente ao impacto de medidas de natureza administrativa, regulamentar ou outras que o município pretenda prosseguir nos domínios transversalizados da educação para a cidadania, da igualdade e não discriminação, da protecção da maternidade e da paternidade, da conciliação da vida profissional, pessoal e familiar de homens e mulheres, do combate à violência doméstica e outras formas de discriminação;
d) Apresentar propostas concretas de acção nos domínios referidos na alínea anterior;
e) Divulgar informações sobre a igualdade de género, designadamente nos domínios da educação para a cidadania, da igualdade e não discriminação, da protecção da maternidade e da paternidade, da conciliação da vida profissional, pessoal e familiar de homens e mulheres, e do combate à violência doméstica e outras formas de discriminação;
f) Participar no fórum anual das conselheiras e dos conselheiros locais para a igualdade;
g) Assegurar a cooperação do município com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho