Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Paulinho para a história
Município apresenta Estratégia Local de Habitação

Paulinho para a história

ANIMA Web 2021 na “Rota da Cidadania Global”

Paulinho para a história

Desporto

2020-11-28 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Avançado atingiu a marca histórica de 12 golos com a camisola do SC Braga nas provas europeias. Ultrapassa Alan no ranking e torna-se no melhor marcador de sempre da história dos guerreiros.

Para a história. Num ano memorável a nível individual. Depois de ter cumprido o sonho de representar a selecção nacional - numa estreia também ela inesquecível com um bis festejado no duelo amigável de Portugal com Andorra - Paulinho tornou- -se no melhor marcador de sempre da história do SC Braga nas competições europeias.
O avançado marcou frente aos ingleses do Leicester, em jogo da 4.ª jornada do Grupo G da Liga Europa, na quinta-feira, o 12.º golo com a camisola arsenalista nas provas da UEFA e destronou, assim, Alan no topo do ranking de melhores marcadores do clube.

O antigo jogador e actual director de relações externas do clube bracarense tinha até agora o título de rei da Europa, com 11 golos (seis festejados na Liga dos Campeões e cinco na Liga Europa, entre 2008/09 e 2015/16), estatuto igualado esta temporada por Paulinho e Ricardo Horta, que seguiam na perseguição ao trono, com o mesmo número de golos. A dupla tem brilhado na fase de grupos da Liga Europa, numa luta intensa pela coroa de goleador, com Paulinho a ultrapassar o histórico avançado brasileiro na lista.
A atravessar um excelente momento de forma, Paulinho tem sido um dos homens fortes da estratégia de Carlos Carvalhal, que não esconde a satisfação pela qualidade do ponta-de-lança.

“Tanto suspirei por um avançado destes e encontrei-o aos 54 anos. É um fora de série a fazer este trabalho”, elogiou no final do recente jogo da 7.ª jornada da Liga, frente ao Benfica, que terminou com triunfo bracarense.
No rescaldo do jogo com o Leicester, o técnico voltou a destacar a exibição de Paulinho e a marca histórica: “fico satisfeito com tudo o que é positivo para os meus jogadores, jogarem bem, ir à selecção, serem pretendidos por vários clubes, baterem recordes. Fico, extremamente, satisfeito e orgulhoso, é bom sinal, sinal que estamos a jogar bem e que aparecem golos”.

A cumprir a quarta temporada em Braga, Paulinho, de 28 anos, já festejou 12 golos na Europa com a camisola arsenalista. Estreou-se a marcar logo na época que chegou ao clube, em 2017/18, com um bis caseiro frente ao Hafnarfjordur, no play-off de apuramento, voltando a festejar no segundo duelo, na Islândia. Seguiram-se dois golos diante do Brondby, em 2019/20, na terceira pré-eliminatória, ano em que festejou ainda frente ao Slovan Bratislava, Wolverhampton e bisou diante do Besiktas, em jogos da fase de grupos.
Esta época, o avançado já fez o gosto ao pé três vezes no Grupo G: na recepção ao AEK Atenas, em Zorya e agora frente ao Leicester.

Deixa o teu comentário

Últimas Desporto

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho