Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Pé Descalço Ecoparque incentiva os mais novos a conhecerem a natureza
Infortúnio de Tita desatou o nó entre Cabreiros e Vilaverdense

Pé Descalço Ecoparque incentiva os mais novos a conhecerem a natureza

Fãs do Vinil entregaram apoio aos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso

Pé Descalço Ecoparque incentiva os mais novos a conhecerem a natureza

Alto Minho

2019-04-15 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Espaço localizado em S. João de Freixo foi inaugurado ontem pelo presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Victor Mendes. Estrutura dispõe de vários equipamentos e de alojamento para famílias e grupos.

O presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima inaugurou ontem o Pé Descalço Ecoparque, localizado na freguesia de Freixo.
O espaço dispõe de vários equipamentos e permite um contacto constante com a natureza.
“É um parque ecológico, de animação, que procura que as nossas crianças tenham um conjunto de actividades que já tiveram. É, também, uma infraestrutura importante para o concelho de Ponte de Lima”, declarou Victor Mendes, presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima.
O autarca limiano frisou que o Parque Ecológico serve também para passar a mensagem da importância da defesa do meio ambiente.

“O que se verificou aqui foi o aproveitamento de uma propriedade agrícola. É o aproveitar das condições naturais que aqui existem. Tem uma preocupação muito grande do ponto de vista ecológico, do ponto de vista ambiental. É importante para os nossos jovens concidadãos, terem actividades na natureza, de respeito pela natureza”, disse Victor Mendes, lembrando que essa é, também, a missão de estruturas municipais como a Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro de Arcos.
O proprietário, António Mota Vieira, explicou que a ideia de criar um parque ecológico surgiu “da necessidade de providenciaremos de um espaço que seja interessante para as crianças, para os pais e para os professores, para que as crianças consigam desenvolver algumas competências, em termos dos sentidos e contacto com a natureza. Permite saber quais são os beneficios de brincar na natureza”. Para esse efeito, o uso de novas tecnologias foi reduzido ao máximo possível.

“Nós vamos ter aqui uma Caça ao Tesouro Digital, mas procuramos que as pessoas pratiquem as actividades que não são digitais”, referiu António Mota Vieira.
As actividades disponibilizadas pelo Ecoparque inserem-se em três grupos: um trilho para fazer de pés descalços e olhos vendados (mais sensorial), jogos de equipa e uma zona criativa (para criar brincadeiras).
Todas as actividades foram criadas com materiais existentes na quinta que deu origem ao Ecoparque. “Compramos uns karts e uns insufláveis, mas tudo o resto foi feito com recursos próprios. Usamos quase tudo o que existia na quinta”, salientou o proprietário.
O espaço dispõe ainda de alojamento para grupos ou famílias até 20 ou 25 pessoas

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.