Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
‘Põe-te à Tabela’ recria ferramenta fundamental no estudo da Ciência
Magia do Natal inundou Guimarães

‘Põe-te à Tabela’ recria ferramenta fundamental no estudo da Ciência

‘Chuva de estrelas’ promete arrastar milhares ao Forum Braga

‘Põe-te à Tabela’ recria ferramenta fundamental no estudo da Ciência

As Nossas Escolas

2019-10-15 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Escola Sá de Miranda acolhe exposição sobre a Tabela Periódica. Ferramenta fundamental para a compreensão dos elementos químicos é reinventada de diversas formas.

Um quadro parietal de 1912 é uma das peças raras que compõe a exposição ‘Põe-te à Tabela - os 150 anos da Tabela Periódica dos Elementos’, ontem inaugurada na Escola Secundária Sá de Miranda, no âmbito da celebração do do Ano Internacional da Tabela Periódica.
“Conseguimos ir buscar livros escritos por Julius Lothar Meyer com as tabelas que foram conduzentes à tabela periódica de Dmitri Mendeleev, em 1869”, adiantou ontem a professora Paula Cristina Silva, docente envolvida na organização da mostra que está patente ao público até ao final do ano, nos espaços do museu e do auditório da ‘Sá de Miranda’.

‘Põe-te à Tabela’ é sugestiva pelos materiais pedagógicos do passado que fazem parte do espólio preservado durante décadas pelo anterior Liceu e agora Escola Secundária, mas também pelos trabalhos realizados pelos alunos do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda durante este Ano Internacional da Tabela Periódica.
Uma tabela adaptada a invisuais é uma das propostas apresentadas na exposição, sendo que o público é atraído também por curiosas demonstrações da correspondência entre as quantidades de elementos químicos como o fósforo ou o carbono existentes no corpo humano e, respectivamente, nos palitos de madeira usados para fazer fogo e nos lápis de escrita.

“Associámos o espólio que tínhamos aos trabalhos dos alunos”, referiu?Paula Cristina Siva, professora de Física e Química, salientando que ‘Põe-te à Tabela’ é o resultado de um trabalho colaborativo de professores e alunos de outras disciplimas como História, Biologia, Matemática ou Português.
A mostra contou também com parcerias de várias instituições da cidade, nomeadamente o Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa e a Escola de Ciências da Universidade do Minho, um facto relevado ontem pela directora do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, Margarida Silva.

Lídia Dias, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, considerou que “são estas iniciativas que fazem sentido e que criam um lugar novo da Escola na nossa comunidade”.
A autarca sublinhou que “fazer diferente” como aconteceu com a concepção da exposição sobre os 150 anos da Tabela Periódica “é muito marcante para os alunos”.
Após a inauguração de ‘Põe-te à Tabela’, João Paulo André, do Departamento de Química da Universidade do Minho, deu uma palestra subordinada ao tema ‘Uma viajem operática à Tabela Periódica’.

Deixa o teu comentário

Últimas As Nossas Escolas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.