Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Pinheiro manso ‘ganha outra vida’ para receber visitas no Solar das Bouças
Vizela: Câmara instala máquinas de venda de máscaras no concelho

Pinheiro manso ‘ganha outra vida’ para receber visitas no Solar das Bouças

Desemprego aumenta em Agosto

Pinheiro manso ‘ganha outra vida’ para receber visitas no Solar das Bouças

Cávado

2020-06-28 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Esculturas de dez cabeças gigantes vão passar a receber as visitas do Solar das Bouças, em Amares. O pinheiro manso, que caiu em Dezembro passado, está a ser transformado numa obra de arte pelas mãos do escultor Paulo Neves.

São 10 as esculturas, em forma de cabeças gigantes, que vão passar a receber as visitas do Solar das Bouças, em Amares. O pinheiro manso, com 20 metros de altura e mais de 1.50 de diâmetro, está a ser transformado numa “verdadeira obra de arte”. Durante um temporal, em meados de Dezembro passado, a árvore caiu e o proprietário do solar decidiu dar-lhe “outra vida”. O escultor Paulo Neves já está a trabalhar no projecto.
“O trabalho era para ser feito no Solar das Bouças, mas com a Covid-19 mudamos os planos. A árvore foi devidamente cortada ainda na quinta e foi, entretanto, transportada para o meu atelier”, contou o escultor, que trabalha em Cucujães, no concelho de Aveiro, acreditando ter a obra de arte concluída em finais de Julho ou princípios de Agosto.

Depois de “conversar” com o pinheiro manso, Paulo Neves decidiu esculpir 10 cabeças gigantes, que representam várias personagens.
“Cada peça tem de diâmetro cerca de 1.50 metros e a altura vai variando entre 80 cm e 1.50 metros”, adiantou ainda o escultor, referindo que o objectivo é colocar as obras de arte espalhadas pela quinta para receberem todas as pessoas que a visitam. “As 10 peças vão ficar espalhadas pela quinta, mas próximas umas das outras. Pretende-se que o visitante consiga fazer uma espécie de ‘roteiro’ pelas cabeças gigantes, tendo sempre ligação umas às outras”, revelou ainda o artista.

“Trata-se de um pinheiro manso fantástico e depois de cair com o temporal, o proprietário em vez de o deitar ao lume, decidiu salvar a árvore e não é qualquer pessoa que faria isso”, aplaudiu o escultor, garantindo que já está a dar “outra vida” ao pinheiro manso.
Empenhado e dedicado à causa, Paulo Neves está, neste momento, a fazer o esboço directamente no pinheiro. “A moto-serra é o meu lápis, por isso, vou esculpindo directamente no pinheiro à medida que me vou inspirando”, confidenciou o escultor, revelando que as caras representam várias acções como dormir, rir, meditar ou simplesmente olhar. Pretende-se assim ‘chamar’ os visitantes, aproximando-os da história do solar e a todas as emoções que por lá se vivem e sentem, permitindo haver uma partilha.

O objectivo principal é “salvar” a árvore, transformando-se em mais um ponto de visita do Solar das Bouças. “Só o facto de estar comprometido com este aproveitamento e desafio com o pinheiro já é de louvar”, aclamou o escultor.
Paulo Neves esteve também nos últimos tempos a ‘dar outra vida’ a um antigo freixo. A árvore, localizada no Largo Silva Soares (conhecido como Largo de Santo António), em frente às instalações da Misericórdia - Obra da Figueira da Foz, era constituída por três troncos principais - um dos quais se partiu - e já vinha apresentando alguns sinais de degradação, nomeadamente revelando-se oca em algumas partes interiores.

O escultor decidiu transformar o antigo freixo em quatro imagens alusivas aos santos populares, já que a árvore estava situada no Largo de Santo António. Para além do Santo António, S. João e S. Pedro, Paulo Neves esculpiu ainda S. Julião, por dar nome à freguesia onde está localizado o largo.
Entretanto, o proprietário do Solar das Bouças, António Ressurreição, já tinha confidenciado ao jornal Correio do Minho que aquele solar “é um espaço multicultural e com uma componente de artes plásticas muito determinante”. Por isso, o proprietário espera ter nesta “árvore imponente” mais um ponto de atracção do solar para a comunidade que o visita.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho