Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
‘Plague Vector’ no Forum Arte Braga
Manhente cumpre promessa a São Sebastião

‘Plague Vector’ no Forum Arte Braga

Famalicão com forte presença na ISPO

‘Plague Vector’ no Forum Arte Braga

Braga

2019-11-19 às 10h23

Redacção Redacção

‘Plague Vector’ é a exposição da autoria do artista Jonathan Uliel Saldanha que acaba de ser inaugurada na Forum Arte Braga, a galeria de arte contemporânea no Forum Braga. Para ver até Fevereiro.

O Forum Arte Braga acaba de inaugurar uma nova exposição. Intitulada ‘Plague Vector’, exposição da autoria do artista Jonathan Uliel Saldanha que pode ser visitada até 15 de Fevereiro de 2020.
Jonathan Uliel Saldanha apresenta nesta exposição uma instalação inovadora: Numa sala fechada, o artista recria, usando luzes de várias cores, fumo, espelhos e som, uma complexa selva artificial de cristal. No espaço da galeria principal está exposta uma instalação vídeo multicanal que recorre também a ecrãs electrónicos e a projecções. Os curiosos sobre o mundo da arte contemporânea e interessados em conhecer esta exposição podem visitá-la gratuitamente.

Ainda no campo cultural e artístico, a agenda da semana do Altice Forum Braga ficará também marcada pelo concerto do músico António Zambujo. Com actuação marcada para sexta-feira, no Grande Auditório, o músico irá trazer a Braga alguns dos seus maiores êxitos. Sendo um dos maiores representantes da música, cultura e da língua portuguesa, António Zambujo recusa ficar preso a géneros e escolas musicais. Os fãs do cantor poderão adquirir os seus bilhetes nas bilheteiras do Altice Forum Braga ou através da Blueticket.

Na semana seguinte, destaque para a realização do congresso ‘Indústria 2030: Oportunidades a Norte’. Este evento, que decorre no dia 26 no Pequeno Auditório do Forum Braga, é uma iniciativa da Fibrenamics e tem como objectivo debater os factores de competitividade da indústria portuguesa e discutir temas como a transferência de conhecimento e de tecnologia, a aposta na inovação e na sustentabilidade e as mudanças que se avizinham com o PT2030. Recorde-se que o sector da indústria continua a afirmar-se como a espinha dorsal da economia portuguesa, sendo o segundo sector que gera mais emprego em Portugal.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.