Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Plataforma gratuita permite auto-avalição da dor crónica
Vila do Gerês e Parque Nacional acolheram a prova Gerês Extreme Marathon

Plataforma gratuita permite auto-avalição da dor crónica

Covid-19: há mais internamentos, mas situação não é alarmante

Plataforma gratuita permite auto-avalição da dor crónica

Ensino

2021-10-17 às 06h00

Redacção Redacção

Universidade do Minho anunciou lançamento de uma plataforma gratuita de auto-avaliação da dor crónica.

O Centro de Medicina Digital P5 da Escola de Medicina da Universidade do Minho (UMinho) lançou uma plataforma gratuita de autoavaliação da dor crónica.
Em comunicado, a UMinho sublinha que se trata de uma ferramenta “única em Portugal”, desenvolvida por uma equipa multidisciplinar da Escola de Medicina, para ajudar a identificar situações que possam beneficiar de encaminhamento para os cuidados de saúde ou aconselhar a marcação de uma consulta.
A plataforma é gratuita e está disponível em www.p5.pt/unidade-digital-de-aconselhamento-em-dor-cronica/.

O lançamento desta plataforma coincide com a celebração dos Dias Nacionais da Luta contra a Dor, que se assinalou ontem.
Além da plataforma de autoavaliação gratuita, o P5 lançou ainda um programa de monitorização, que será um “módulo essencial” na gestão da dor crónica, na criação de estratégias individuais para o seu combate e ainda na melhoria da qualidade de vida de cada paciente.
No futuro, será também disponibilizado um programa de consultoria para profissionais de saúde e cuidadores, centralizando informação e fornecendo formação especializada no campo da dor crónica.
O Centro de Medicina Digital P5 tem-se destacado, desde a sua criação, na disponibilização de soluções digitais, numa lógica de proximidade com as populações, através de telemedicina, mas também de programas gratuitos de avaliação de saúde mental ou, durante a pandemia, com a criação de um serviço gratuito de psicologia e psiquiatria para profissionais de saúde.

Disponibilizados ingressos para o Semibreve

Já estão disponíveis os bilhetes diários para os eventos do Semibreve 2021 no Theatro Circo. O festival está de regresso entre 28 e 31 de Outubro, com concertos, instalações, oficinas e conversas incluindo sete estreias mundiais.
A edição de 2021 deste festival dedicado à música electrónica e arte sonora decorre em diversos locais da cidade, com “um programa que transforma as dez edições que lhe antecederam em matéria temática, a partir da qual serão apresentadas novas abordagens, trabalhos ou colaborações por um leque de artistas que fazem parte do percurso do festival”, avança a organização.

O programa inclui “encontros únicos” como a actuação da harpista norte-americana Zeena Parkins com o artista português André Gonçalves, a reunião entre a sueca Klara Lewis e a britânica Nik Void com o português Pedro Maia, ou entre a norte-americana Laurel Halo e o britânico Oliver Coates.
O libanês Rabih Beaini vai estar em palco com as harpistas portuguesas Angélica Salvi e Eleonor Picas, dando-se igualmente a estreia mundial do novo projecto de Rafael Toral. No Semibreve estará ainda o colectivo norueguês Supersilent. O Semibreve apresenta ainda duas performances duracionais, concebidas especificamente para o festival. A compositora norte-americana Yvette Janine Jackson apresentará uma obra para electrónica e violoncelo, interpretada ao vivo pela Judith Hamman.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho