Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Prado acolhe campeonato nacional de maratonas
Quim Barreiros dá espectáculo em Caminha

Prado acolhe campeonato nacional de maratonas

Câmara de Braga atribui vários apoios financeiros

Prado acolhe campeonato nacional de maratonas

Desporto

2021-06-12 às 06h00

Rui Serapicos Rui Serapicos

Clube Náutico de Prado, que foi campeão nacional nas duas anteriores edições, entra em prova em busca do título de tricampeão nacional. Praia Fluvial do Faial fica durante as provas interdita a banhos.

“Somos bicampeões. Por isso, o nosso objectivo é fazer o tri”, declarou ontem, em conversa ao telefone com o Correio do Minho, o presidente da direcção do Clube Náutico de Prado, Horácio Lima. A colectividade organizar, hoje e amanhã, o Campeonato Nacional de Maratona, as mais longas corridas de canoagem do calendário nacional.
Hoje o dia será destinado para a realização das provas individuais em K1 e C1, com início previsto para as 9 horas para os escalões juniores, seguindo-se às 11 horas as de veteranos e às 16 horas os seniores.
Fica o domingo reservado para as provas de dupla tripulação, em K2 e C2.

Uma das características mais distintivas desta especialidade de canoagem é o facto de os canoístas terem de correr em cada volta parte do percurso por terra, e carregar com as canoas.
Tendo a Ponte de Prado como cenário, e a praia fluvial do Faial interdita a banhos por estar reservada a esta competição, a distância mais longa (29,8 quilómetros/8 voltas/7 portagens) vai ser percorrida pelos K1 Seniores e K2 Seniores, com o percurso competitivo do K1 Seniores Femininos e do K2 Seniores Femininos a englobar 26,2 quilómetros, 7 voltas e 6 portagens.
No escalão sénior, as canoas masculinas individuais e duplas também percorrem 26,2 quilómetros, 7 voltas e 6 portagens, com as atletas do sector feminino das canoas, tanto individuais como duplas, a cumprirem um trajeto de 15,4 quilómetros, 4 voltas e 3 portagens.

A distância mais curta (11,8 quilómetros/3 voltas/2 portagens) está destinada às provas de C1 Juniores Femininos e de C2 Juniores Femininos.
Esta prova contará com a participação de 33 clubes, vindos de todo o país, e entre 350 a 400 canoístas
“Sendo o nosso clube bicampeão, o objectivo é conseguirmos o título de tricampeão”, frisou Horácio Lima, apontando a nível individual José Ramalho no sector masculino e Francisca Costa no sector feminino como exemplos de canoístas do clube que são candidatos a triunfos individuais.
Questionado se a pandemia Covid-19 não perturbou a preparação desportiva para esta competição, aquele dirigente vincou que a canoagem, “por ser praticada a nível individual e ao ar livre, foi das modalidades que menos sofreu com as paragens obrigatórias.”
Sobre a água do Cávado neste momento, Horácio Lima garantiu que está de boa qualidade e com caudal adequado às provas, contando com a colaboração das operadores hidráulicas, tanto por parte da EDP como da mini-hífrica de Ruães.
O Campeonato Nacional de Maratona serve deselectiva para a equipa nacional que vai representar Portugal no próximo Campeonato da Europa, nos dias 7 a 11 de Julho, em Moscovo.
Em 2018, a Vila de Prado foi palco do Campeonato do Mundo de Maratona, já depois de ter recebido, em 2013, o Campeonato da Europa de Maratona e de ter acolhido, em 2016, a Taça do Mundo de Maratona.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho