Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
“Produtores são dos heróis da Feira do Fumeiro”
Agrupamento n.º 430 Maximinos : Escutismo “é uma escola para a vida”

“Produtores são dos heróis da Feira do Fumeiro”

Colocação de EcoPontas, PapaChicletes e WCão em vários locais do concelho de Guimarães

“Produtores são dos heróis da Feira do Fumeiro”

Cávado

2020-01-27 às 12h27

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

Chegou ontem ao fim mais uma Feira do Fumeiro de Montalegre. Um cartaz gastronómico que coloca o concelho na primeira linha da gula.

“Extraordinariamente satisfeito” com o resultado da Feira do Fumeiro de Montalegre. Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Montalegre, Orlando Alves, fez o balanço de mais um evento que atrai milhares de pessoas de todo o país e que para o ano completa 30 anos de existência.
Para Orlando Alves “os produtores são os grandes heróis de tudo isto, pois eles que mostram o de melhor se faz neste concelho de interior e que tem tanto para oferecer”, deixando o alerta aos governantes: “há uma parte do território que está a desaparecer e é dever do país de preservar este património e defender o interior”.

A encerrar a Feira do Fumeiro de Montalegre, foi apresentado ontem o Estudo de Público de Impacto Económico e de Comportamento do Consumidor em Relação à marca ‘Fumeiro de Montalegre’, que está a ser realizado pelo Núcleo de Investigação do ISAG-European Business School (NIDISAG), em parceria com a Câmara Municipal de Montalegre.
O estudo revela que a Feira do Fumeiro de Montalegre atrai público de todo o país, com 70,6% dos visitantes a residirem fora do concelho de Montalegre, sendo que a esmagadora maioria, 94,1%, vieram propositadamente para o evento.

Em destaque está também o número de visitantes que se deslocaram à “capital do fumeiro” pela primeira vez, representando 41,5% do público, e indicaram como principais factores para a visita a qualidade do fumeiro (4,40 numa escala de 1 a 5); a reputação da feira (4,39 em 5) e a possibilidade de conhecer produtos regionais (4,38 em 5). Estes dados sustentam e confirmam a crescente notoriedade e reputação da Feira do Fumeiro de Montalegre.
Quem consumiu produtos de fumeiro na Feira revela um nível de satisfação muito alto (de 4,60 em 5), sendo que os principais produtos vendidos na Feira foram a alheira, a chouriça de carne, o salpicão e o presunto.

Os elevados níveis de satisfação com a Feira (4,52 em 5) justificam que 93,0% dos visitantes recomendarão os produtos da marca ‘Fumeiro de Montalegre’. Estes produtos de fabrico artesanal são responsáveis por atraírem milhares de visitantes e dinamizarem o concelho de Montalegre, contrariando e combatendo a desertificação do território. 
Integrada no programa da 29.ª Feira do Fumeiro de Montalegre, foi lançada oficialmente a nova identidade das Tabernas do Alto Tâmega. A apadrinhar a sessão esteve a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, que deixou a garantia que o Interior irá receber 140 milhões para aplicar em “inovação, competitividade, recursos humanos altamente qualificados e no pequeno investimento”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho