Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Projecto digital “é mais-valia” na pandemia
Guimarães assinala Dia Internacional do Idoso com mensagens pelos meios digitais

Projecto digital “é mais-valia” na pandemia

Unidade de Saúde de Apúlia reabriu hoje

Projecto digital “é mais-valia” na pandemia

Ensino

2020-09-14 às 10h14

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

‘Ensinar e Aprender Português’ é uma plataforma digital inovadora para o ensino da leitura e escrita do 1.º ao 4.º anos.

‘Ensinar e Aprender Português’ é a nova plataforma digital inovadora para o ensino da leitura e escrita do 1.º ao 4.º anos de escolaridade. Criada por uma equipa da Universidade do Minho (UMinho), a plataforma é adequada para aulas presenciais, à distância e mistas, permitindo atender aos ritmos de aprendizagem de cada aluno e fornecendo feedback do seu progresso.
“A pandemia colocou muita pressão no sistema educativo e houve crianças que, nas aulas virtuais do último ano lectivo, não conseguiram aprender todas as letras para começarem a ler”, constatou uma das investigadoras coordenadoras do projecto, Fernanda Leopoldina Viana, acreditando que este novo recurso, que tem como pilares o ensino de qualidade, a equidade e a inclusão, constituirá uma mais-valia”.
Este recurso tecnológico permite ao professor definir a sequência do ensino, apoiado por actividades interactivas, vídeos e pdf. O suporte digital inclui a correcção imediata das respostas dos estudantes e um histórico com os resultados destes.

Os alunos são ainda acompanhados por oito personagens animadas, como Angelina Ensina ou a Francisca Crítica. “São tutores virtuais que explicam o que fazer, porque se erra, se é melhor repetir a tarefa ou se se pode prosseguir na matéria”, explica ainda a investigadora co- ordenadora.
Por exemplo, a palavra ‘apito’ não leva a letra ‘u’ no fim. Porquê? O truque é a sílaba forte não ser a última. “Este apoio tutorial permite à criança alicerçar conhecimentos e avançar na aprendizagem de forma diferenciada, seja na escola ou em contexto familiar”, esclareceu ainda Iolanda Ribeiro, também investigadora coordenadora deste projecto.

Entretanto, a plataforma ‘Ensinar e Aprender Português’ dispõe igualmente de provas de rastreio anuais e provas de monitorização trimestrais, para identificar estudantes que suscitam preocupação pedagógica e, em simultâneo, para aferir a eficácia das medidas de diferenciação pedagógica eventualmente implementadas.
Os domínios contemplados na plataforma são a correspondência grafema/fonema, compreensão oral e da leitura, fluência da leitura, gramática, ortografia, projectos de escrita, educação literária e ainda, ‘passaporte de leitura’. Este passaporte virtual desafia os mais novos a coleccionarem carimbos alusivos a todas as leituras que vão fazendo ao longo do 1º ciclo, na escola ou fora dela, dado que um dos objectivos da plataforma, e todas as sequências didácticas nela incluídas, é o de criar leitores e estimular a novas viagens pelos livros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho