Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Protecção Civil de Braga ‘pronta’ para combate
Escola Técnica Superior Profissional do IPCA é inaugurada em Setembro

Protecção Civil de Braga ‘pronta’ para combate

Gil Vicente está de volta daqui a dez dias

Protecção Civil de Braga ‘pronta’ para combate

Braga

2021-05-16 às 06h00

Redacção Redacção

A Protecção Civil de Braga já apresentou o dispositivo especial de combate aos incêndios.

O Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) acabou de apresentar publicamente o Plano de Operações do Distrito de Braga para o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR 2021), com vista a assegurar a mobilização, prontidão, empenhamento e gestão de todos meios disponíveis da forma eficiente e eficaz para o combate aos incêndios rurais, encontra-se empenhado de forma permanente, sendo reforçado, em conformidade com os níveis de empenhamento operacional em função dos níveis de probabilidade de ocorrência de incêndios rurais e do estado de alerta do SIOPS.

A apresentação pública decorreu durante a reunião ordinária da Comissão Distrital de Protecção Civil, realizada recentemente no auditório São Tomás de Aquino, em Braga, tendo sido presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, contando com a presença dos representantes das entidades com representação na Comissão de Protecção Civil, bem como com o Comandante Regional de Emergência e Protecção Civil da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, tenente coronel Carlos Rodrigues Alves, bem como de representantes das associações humanitárias e corpos de bombeiros do distrito de Braga e representantes dos serviços municipais dos 14 municípios que constituem o distrito.

No nível de empenhamento reforçado - nível II - período de 15 a 31 de Maio, o distrito de Braga conta com 434 operacionais, no nível III, que corresponde ao período de 1 a 30 de Junho, conta com 471 operacionais e no nível IV, no período de 1 de Julho a 30 de Setembro, o distrito de Braga dispõe de 598 operacionais.
De regresso ao nível III, que corresponde ao período de 1 a 15 de Outubro, o distrito concilia 464 operacionais, dos vários agentes de protecção civil, com especial ênfase para o Bombeiros Voluntários dos Corpos de Bombeiros do Distrito de Braga.

O distrito dispõe ainda de dois helicópteros ligeiros para ataque inicial aos incêndios rurais, sedeados no Centro de Meios Aéreos (CMA) de Fafe (15 de Maio a 31 de Outubro) e Braga (1 de Junho a 30 de Setembro).
Relativamente ao apoio logístico das operações de combate e pré-posicionamento de meios, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão colocou ao dispor do distrito e da região Norte uma Base de Apoio Logístico, com capacidade de alojamento até 100 operacionais, localizada na Freguesia de Bairro em Vila Nova de Famalicão.
Para a movimentação e/ou rendição de grupos de combate a incêndios rurais o distrito de Braga, em caso de necessidade, em estreita articulação com as Câmaras Municipais de Esposende, Vila Nova de Famalicão e Vizela e com a AHBV Famalicenses, dispõe de quatro veículos de transporte colectivo de passageiros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho